0

Bolsonaro no SBT e Mandetta na Globo travam guerra no Ibope

Aparições do presidente e do ministro reacendem a velha rivalidade entre o canal de Silvio Santos e a emissora do clã Marinho

13 abr 2020
09h13
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Se décadas atrás o domingo na TV era marcado por acirrada disputa entre Faustão e Gugu pela liderança de audiência, houve agora um duelo televisivo entre Jair Bolsonaro e Luiz Henrique Mandetta. Ontem, dia 12, os dois ocuparam espaço valioso no horário nobre.

Bolsonaro e Mandetta polarizaram as atenções no horário nobre da televisão brasileira no domingo
Bolsonaro e Mandetta polarizaram as atenções no horário nobre da televisão brasileira no domingo
Foto: Fotomontagem: Blog Sala de TV (Fotos: Marcos Côrrea / Presidência da República / Divulgação e Reprodução / TV)

O início da faixa do programa Silvio Santos mostrou trecho da videoconferência de Páscoa do presidente da República. Participaram vários líderes religiosos (principalmente evangélicos) e a autora de novelas do SBT Íris Abravanel, mulher de Silvio Santos e também evangélica. O apresentador e dono do canal não apareceu na transmissão. A principal declaração do evento partiu de Bolsonaro e gerou repercussão imediata na mídia. "Parece que está começando a ir embora essa questão do vírus", disse.

De acordo com dados prévios da Kantar Ibope, a exibição de 15 minutos da videoconferência rendeu ao SBT 10 pontos de audiência, o equivalente a 2 milhões de telespectadores na Grande São Paulo. Esse é o índice habitualmente atingido pelo programa Silvio Santos. A TV Brasil, pertencente ao governo federal, transmitiu a celebração capitaneada pelo presidente.

Mais tarde, na Globo, foi a vez de Luiz Henrique Mandetta surgir no vídeo. De Goiânia, ele concedeu entrevista exclusiva por vídeochamada ao repórter Murilo Salviano, que estava na redação do Fantástico no Rio. A conversa foi gravada horas antes de ser exibida. A versão levada ao ar teve 14 minutos.

Uma frase de Mandetta teve eco estrondoso na imprensa. "O brasileiro não sabe se escuta o ministro da Saúde, se escuta o presidente, quem é que ele escuta", afirmou. A participação dele rendeu pico de 25 pontos à Globo, segundo a prévia do Ibope. Esse resultado equivale a 5 milhões de pessoas diante da TV naquele momento na região metropolitana de São Paulo.

Veja também:

O chef premiado que valoriza peixes considerados menos nobres
Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade