0

Policial gay que viralizou na web morre de covid-19

Shannon Bennett ficou famoso nas redes sociais e na TV ao pedir o namorado em casamento na Disney

10 abr 2020
12h29
atualizado às 12h30
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Mais um personagem da internet sucumbe às complicações do novo coronavírus. O vice-xerife Shannon Bennett, da polícia de Broward County, na Flórida, não resistiu aos problemas respiratórios provocados pela covid-19. Estava com 39 anos e não tinha histórico de problemas de saúde. O policial deixou o noivo, Jonathan Frey, com quem iria se casar em dezembro.

Morte de Shannon Bennett causou comoção entre americanos e chocou a comunidade LGBTQI+
Morte de Shannon Bennett causou comoção entre americanos e chocou a comunidade LGBTQI+
Foto: Divulgação

O casal ganhou fama na mídia e nas redes sociais em dezembro de 2019, quando Bennett aproveitou uma viagem à Disney para pedir Jonathan em casamento. A foto do vice-xerife ajoelhado, mostrando as alianças, viralizou e foi exibida em vários programas de TV nos Estados Unidos.

"Este não é o fim dele", disse Frey. "Seu legado continuará vivo, de um jeito ou de outro. Era uma alma bonita." A mídia americana lembrou da participação de Shannon Bennett, que serviu à polícia por 12 anos, no atendimento às vítimas do massacre na boate gay Pulse, em Orlando, quatro anos atrás. Cinquenta pessoas morreram e dezenas de outras ficaram feridas. Aquela tragédia fez o policial se tornar ativista dos direitos da comunidade LGBTQI+ de seu condado.

Foto de Bennett pedindo o namorado em casamento diante de castelo da Disney foi parar em programas de TV
Foto de Bennett pedindo o namorado em casamento diante de castelo da Disney foi parar em programas de TV
Foto: Divulgação

Veja também:

Editor do L! analisa retorno de Fred ao Fluminense
Fonte: Equipe portal
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade