0

Bissexual em House of Cards, ator se diz gay e abafa fofoca

Kevin Spacey aproveitou acusação de assédio sexual para confirmar o que todo mundo já sabia

30 out 2017
15h26
atualizado às 15h28
  • separator
  • 0
  • comentários

Há interesse fetichista na vida sexual das celebridades. Basta uma isca bem jogada – como o título deste post – para milhares de pessoas clicarem a fim de ler a ‘notícia’.

A maioria de nós faz o possível para manter a privacidade sob sigilo enquanto se delicia com as revelações e os escândalos da intimidade alheia.

Kevin Spacey na pele do presidente Underwood: sexo é poder.
Kevin Spacey na pele do presidente Underwood: sexo é poder.
Foto: Divulgação/Netflix

É o que acontece no momento com o ‘outing’ (a saída do armário) do ator americano Kevin Spacey, de 58 anos.

Ele acaba de assumir que manteve relacionamentos com mulheres e homens e optou por “viver como um homem gay”.

Toda Hollywoood já sabia da homossexualidade do astro ganhador de dois Oscars. A decisão de se assumir não foi nada voluntária.

Spacey divulgou a informação após o ator Anthony Rapp, o oficial Paul Stamets da série ‘Star Trek: Discovery’, o denunciar por assédio sexual.

O crime teria acontecido numa festa no apartamento de Kevin em 1986, quando Rapp tinha 14 anos.

Por uma rede social, o acusado disse não se lembrar do episódio. Mesmo assim pediu desculpas e aproveitou para confirmar sua homossexualidade.

Este caso segue a onda de denúncias suscitadas pelas vítimas do produtor de cinema Harvey Weinstein. Dezenas de atrizes e modelos afirmaram ter sido atacadas pelo ex-todo poderoso de Hollywood.

Os primeiros relatos encorajaram outros artistas a colocar a boca no trombone para divulgar o abuso praticado por figurões do cinema e da TV.

Na série da Netflix ‘House of Cards’, Kevin Spacey interpreta o presidente dos Estados Unidos Frank Underwood.

O político corrupto e assassino é casado com a bela Claire (Robin Wright), mas já revelou interesse por homens.

Teve um caso com um amigo de faculdade e deu um beijo na boca de seu agente de segurança Edward (Nathan Darorow) – aliás, Claire também participou do que pareceu ser um ‘ménage à trois’.

Espirituoso, Underwood solta frases geniais. Uma delas: “tudo é sobre sexo. Exceto o sexo. Sexo é sobre poder”.

Kevin Spacey acaba de aprender isso na prática.

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade