PUBLICIDADE

Silvye Alves sobre ex tentar adiar julgamento: 'Outro soco na vítima'

Ex-namorado da jornalista tenta adiar julgamento em que é acusado de agressão; Silvye tenta reverter situação

5 mai 2022 12h59
| atualizado às 13h01
ver comentários
Publicidade
Silvye Alves
Silvye Alves
Foto: Reprodução Instagram

Em junho de 2021 Silvye Alves, apresentadora da Record TV, foi agredida pelo ex-namorado Ricardo Hilgenstieler. O julgamento estava marcado para 20 de maio, entretanto, segundo a jornalista o acusado está tentando adiar a decisão sob a justificativa de “marcar presença numa feira de móveis”. 

“Não vou me calar, [o argumento dele para adiar o julgamento] é praticamente desferir um novo soco na vítima”, declarou Silvye Alves, em entrevista exclusiva ao Terra

Indignada com a situação, Silvye tem corrido contra o tempo, junto de seus advogados, para tentar reverter a situação do adiamento. Para ela, que ainda lida com cicatrizes e sequelas da agressão, o argumento de Ricardo é algo considerado “absurdo” e “inadimissível”.

Em seu perfil no Instagram, a jornalista da Record compartilhou desabafos sobre o assunto, além de um vídeo em que Ricardo aparece fugindo de seu apartamento, momentos após agredí-la. Na descrição, Silvye chamou atenção para o desespero do ex em fugir da cena do crime. “É assim que um covarde foge”.

R$ 20 mil em cirurgias

Silvye Alves, jornalista da Record TV
Silvye Alves, jornalista da Record TV
Foto: Reprodução Instagram

Quando o caso veio à tona, começaram a circular na internet imagens de Silvye ferida. Segundo ela, foram gastos R$ 20 mil só para tentar reparar os danos causados ao seu rosto. Uma das sequelas que acompanha a apresentadora da Record TV até hoje é o rompimento de um nervo, que prejudicou a salivação da parte superior da boca.

Atualmente, Silvye precisa aplicar várias vezes ao dia uma solução artificial para não interromper suas atividades profissionais. 

"Passo o programa inteiro pingando isso [remédio] na boca. O físico a gente até supera, mas o psicológico é fod#”, revela.

Na visão da jornalista, as leis contra violência doméstica são ótimas, mas dão margem para impunidade. Poucos dias após ser detido, o ex-namorado de Silvye, por exemplo, foi solto ao pagar fiança de R$ 11 mil. Para a apresentadora, isso jamais deveria acontecer, pois, além de colocar a vítima em risco, desmoraliza quem sofreu a agressão.

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade