PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Ney Matogrosso: clássico 'Poema' cresce 46% nas plataformas digitais

22 abr 2024 - 16h09
(atualizado às 16h25)
Compartilhar
Exibir comentários

A faixa Poema, um clássico da MPB interpretado pelo lendário cantor Ney Matogrosso, é um hino atemporal de demonstração de afeto que atravessa gerações. No Spotify, esta é a música gravada pelo artista com maior quantidade de reproduções. Até o momento, foram contabilizados 46 milhões de plays na plataforma.

Neste mês, a média de postagens diárias no Instagram atingiu um pico de 1,9 mil criações. Enquanto isso, no Spotify, foram registradas 49,8 mil reproduções diárias, o que representou um crescimento de 46% desde que a trend começou a repercutir.

"Fui visitar a casa da minha avó, tudo estava igual, só que ela não estava lá" — é com esta vibe nostálgica que os usuários das redes sociais destacam, ao som de Poema, o típico e familiar aconchego da casa dos avós, que tem tudo a ver com a história por trás de sua composição.

Escrita por Cazuza na década de 1970, quando o cantor tinha apenas 17 anos, Poema nasceu, literalmente, como seu nome diz: uma declaração de amor poética que o jovem músico fez para a sua avó, Maria José, que viveu por mais de 100 anos. Diante de sua decisão de manter o querido presente guardado a sete chaves, os cativantes versos de Cazuza apenas foram descobertos depois que ela faleceu, em 1997.

À época, o artista, que se tornou um ícone do rock e da MPB, também já havia morrido. O texto, encontrado numa pequena caixa pela mãe dele, Lucinha Araújo, emocionou os membros da família e amigos. Ficou, então, firmado que Frejat seria o responsável por compor a melodia para aquelas belas palavras e, assim, surgiu a canção Poema.

Para interpretá-la, foi escolhida a marcante voz de Ney Matogrosso que, em 1999, a incluiu em seu álbum Olhos de Farol.

Relembre:

The Music Journal The Music Journal Brazil
Compartilhar
Publicidade
Publicidade