0

Monsters of Rock: explosivo, Limp Bizkit mostra que ainda é grande

19 out 2013
19h10
atualizado às 19h55
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Liderado pelo vocalista Fred Durst, o grupo entrou no palco apostando em seus maiores hits</p>
Liderado pelo vocalista Fred Durst, o grupo entrou no palco apostando em seus maiores hits
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Quinta atração do primeiro dia de Monsters of Rock, em São Paulo, o Limp Bizkit mostrou que ainda tem a pegada de banda grande e começou seu show de forma explosiva no Anhembi, neste sábado (19). Liderado pelo vocalista Fred Durst, o grupo entrou no palco apostando em seus maiores hits e abriu o show com uma trinca do álbum Chocolate Starfish and The Hot Dog Flavored Water: Rollin', Hot Dog e My Generation.

Com um setlist mais curto do que nas outras apresentações que fez na América do Sul, a banda deitou e rolou com a recepção calorosa que recebeu dos fãs brasileiros. Vestindo uma camiseta com a imagem do rapper brasileiro Sabotage, assassinado em 2003, Fred Durst - que não fez referência à homenagem - agitou o público durante uma hora e variou entre sucessos e covers.

Em uma apresentação de cerca de 10 canções, o Limp Bizkit achou espaço para incluir três covers: Smells Like Teen Spirit do Nirvana, Killing In The Name do Rage Against The Machine e Faith de George Michael, que a banda já havia gravado em seu disco Three Dollar Bill de 1995.

A "muleta" ajudou, mas foram de fato pauladas como Livin' It Up, My Way, Take A Look Around (da trilha sonora do filme Missão Impossível 2) que agitaram o público. Para fechar, a paulada Break Stuff deu notas finais ao show.

Confira o setlist do show:
Thieves 
Rollin' (Air Raid Vehicle) 
Hot Dog 
My Generation 
Livin' It Up 
My Way 
Smells Like Teen Spirit 
Killing in the Name 
Eat You Alive 
Faith 
Take a Look Around 
Break Stuff

Veja também:

O fenômeno Rosalía: saiba quem é a diva do pop latino
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade