PUBLICIDADE

Entenda a importância da partitura na história da música

Preparamos um material especial com todos os pontos que relatam a importância da partitura para você conhecer! Qualquer pessoa envolvida com música tem noção de que a partitura é fundamental para compositores e instrumentistas. Isso porque se trata do sistema de notação musical mais completo e usual do mundo todo. Por isso, hoje vamos te […] The post Entenda a importância da partitura na história da música appeared first on Cifra Club.

25 mai 2022 15h12
ver comentários
Publicidade

Preparamos um material especial com todos os pontos que relatam a importância da partitura para você conhecer!

Você vai conhecer tudo sobre o universo das partituras! (Foto/Pexels)
Você vai conhecer tudo sobre o universo das partituras! (Foto/Pexels)
Foto: Cifra Club

Qualquer pessoa envolvida com música tem noção de que a partitura é fundamental para compositores e instrumentistas. Isso porque se trata do sistema de notação musical mais completo e usual do mundo todo.

Por isso, hoje vamos te deixar por dentro deste assunto, para que você entenda a real importância da partitura. No entanto, antes de compreender seu funcionamento na prática, é necessário saber da origem da partitura e como ela se popularizou ao longo dos anos. Então, vamos lá:

A história da partitura

Nosso passeio começa muitos anos atrás, por volta dos séculos IX e X. Foi naquela época que esboços de certas formas de escrita musical foram encontrados. Nesse sentido, foram esses registros iniciais que viriam a se tornar a partitura como conhecemos hoje.

Antes de aparelhos mecânicos de reprodução de som (rádios e gramofones, por exemplo) serem criados, a música era circulada, popularizada e divulgada de duas maneiras. Primeiramente, através da circulação oral (ou seja, no famoso "boca a boca"), e também pela notação musical (sobretudo, a partitura).

Para entender melhor a consolidação da partitura em solo brasileiro, vamos pular alguns anos na nossa viagem. Entre 1890 e 1930, saber ler e escrever partituras era essencial, tanto para profissionais especializados na área quanto para quem estava no setor apenas por hobby.

Isso porque não existiam veículos de comunicação musical, apesar de a prática de música estar bem popular, principalmente em São Paulo. Portanto, como resultado da disseminação acelerada da prática musical, foi necessário e indispensável usar sistemas de notação, sendo o principal deles, claro, a partitura.

Benefícios do uso da partitura

Partindo para o mais lado técnico do tema, a importância da partitura fica evidente quando analisamos os pontos positivos de sua utilização. Dessa forma, listamos um apanhado de benefícios proporcionados graças ao uso deste tipo de notação. Com a partitura, o músico pode:

  • Aumentar o controle sobre a própria obra;
  • Orientar o intérprete para a execução da obra (no caso de quem apenas compõe músicas);
  • Ampliar o repertório de ferramentas de composição de músicas;
  • Estruturar de forma coesa e organizada o "esqueleto" da canção;
  • Indicar de forma precisa e detalhada os elementos rítmicos, a duração dos sons, as variações das notas musicais etc.;
  • Descrever todos os elementos que compõem a obra, como dinâmicas, articulações, fraseados e ornamentações;
  • Destacar a instrumentação e tornar evidente as particularidades de cada elemento.

Impressiona o tanto de benefícios que a partitura pode trazer, não é? Agora, que tal a gente dar uma conferida em exemplos de cenários possíveis de encontrar na prática, em que a partitura interfere ativamente?

Situações que demonstram a importância da partitura

Primeiramente, após ver todos esses benefícios que a partitura oferece, podemos analisar, por exemplo, uma situação focada em intérpretes de músicas. Sua relação com a forma de registro das obras é possibilitada pelo conhecimento de partitura, pois permite que um músico execute uma canção à primeira vista.

Dessa maneira, não é necessário conhecer a música previamente, garantindo ser possível tocar algo que nunca ouviu antes, guiado apenas pelas indicações da notação musical. Isso reflete diretamente em músicos de orquestra (que não precisam decorar um concerto inteiro), instrumentistas de eventos (cerimônias, casamentos etc.) e tantos outros intérpretes.

Além disso, se comparada a outros tipos de notação, a partitura se apresenta como o mais completo e confirma tal condição na prática. Imagine, por exemplo, usar a tablatura (sistema que indica o posicionamento dos dedos em um instrumento) para uma linha de teclado ou levada de bateria.

É impossível indicar todas as observações necessárias em uma música para instrumentos como esses via sistemas de notação musical que não sejam a partitura.

Por fim, outra situação comum é a comparação entre tocar com partitura e aprender música de ouvido, como se fossem conceitos opostos. Na verdade, o que acontece para muitos músicos é justamente o contrário: ambas as habilidades funcionam harmonicamente. Assim, a base teórica proporcionada pela leitura de partitura ajuda a desenvolver o a percepção musical.

Estude partitura no Cifra Club Academy!

Bom, agora que você conheceu e entendeu a importância da partitura para a música, chegou a hora de estudar o assunto pra valer, não acha? Para isso, matricule-se no curso de partitura do Cifra Club Academy!

Na nossa plataforma de ensino online, o mestre Lucas Telles vai te receber de braços abertos no universo teórico musical. Da mesma forma, ele vai te ensinar a dominar a partitura, sem estresse, canseira ou mitos que impedem os avanços no seu estudo.

As aulas são realizadas com métodos dinâmicos e eficientes, da melhor maneira possível para você aprender. Além disso, é um conhecimento absoluto por um preço acessível. Portanto, não tem como deixar essa baita oportunidade escapar, não é mesmo?

The post Entenda a importância da partitura na história da música appeared first on Cifra Club.

Cifra Club
Publicidade
Publicidade