10 eventos ao vivo

Demi Lovato defende Taylor Swift de ataques: "Ela foi massacrada"  

16 out 2020
14h29
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A cantora Demi Lovato concedeu uma entrevista à emissora norte-americana CNN e ao comentar sua posição política em um ano de eleições no seu país, chegou a citar Taylor Swift, de quem já foi desafeto, defendendo a artista.

Cartão do SUS: como consultar pela página da web
Cartão do SUS: como consultar pela página da web
Foto: The Music Journal

"Você está condenado se você se manifestar, você está condenado se você não se manifestar. Você pode listar Taylor Swift como um exemplo perfeito deste ditado", disse Demi Lovato. "Por anos ela foi massacrada porque ela não estava se posicionando ou defendendo esses direitos e então ela decidiu tomar uma posição de responsabilidade e se tornou muito política, mas há pessoas que estão insatisfeitas com isso também", explicou.

A posição política de Demi Lovato é clara, principalmente pelo seu último single Commander in Chief o qual ela critica com veemência o governo do atual presidente dos EUA, Donald Trump.

Veja também:

Luciano chora ao falar sobre álbum gospel, "A Ti Entrego"
The Music Journal The Music Journal Brazil
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade