4 eventos ao vivo

Johnny Depp cortou o dedo durante briga de três dias com ex-mulher

9 jul 2020
12h03
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O astro de Hollywood Johnny Depp escreveu em uma parede com sangue da ponta do dedo decepado durante um longo e violento confronto com a ex-mulher Amber Heard há cinco anos, segundo depoimentos na Suprema Corte de Londres nesta quinta-feira em processo do ator contra um tabloide britânico por difamação.

Ator Johnny Depp chega à Suprema Corte de Londres
09/07/2020
REUTERS/Toby Melville
Ator Johnny Depp chega à Suprema Corte de Londres 09/07/2020 REUTERS/Toby Melville
Foto: Reuters

Depp disse no tribunal que sofreu "alguma espécie de colapso nervoso" durante uma briga com a atriz Heard, mas negou que a tivesse atacado violentamente e a acusou de cortar o dedo dele ao atirar uma garrafa.

As revelações ocorreram no terceiro dia da aparição de Depp no banco das testemunhas na ação que ele move contra a editora do tabloide britânico Sun, News Group Newspapers, sobre um artigo no qual o ator foi rotulado de "espancador de mulheres".

O tribunal ouviu que Depp estava na Austrália em março de 2015 para filmar "Piratas do Caribe" um mês após o casal se casar. Heard voou para se juntar a ele de Londres, onde ela estava fazendo um filme com Billy Bob Thornton.

A advogada do Sun, Sasha Wass, disse que Heard sofreu uma provação de três dias nas mãos de Depp na casa alugada onde o ator estava hospedado depois que ela ficou com raiva dele porque ele estava bebendo demais e usando drogas.

Com ciúmes de Heard e Thornton, Depp a atacou, segundo Wass. Ele deu um tapa no rosto de Heard, empurrou-a contra a geladeira e bateu a cabeça dela contra o refrigerador, e ela se trancou em seu quarto para escapar dele, de acordo com declaração no tribunal.

Wass disse que em um determinado momento Depp cuspiu no rosto da ex-mulher, agarrou-a pela garganta e disse que seria fácil esmagar seu pescoço.

"Confeccionado e cruel", respondeu Depp, rejeitando todas as acusações que, segundo ele, fazem parte de uma farsa da atriz.

Ele concordou que o casal teve uma briga violenta no último dia que começou porque ele queria que Heard assinasse um acordo pós-nupcial, e disse que ele não estava bebendo até aquele momento.

Depp descreveu o incidente na Austrália como o fim do casamento, após o qual só iria piorar.

O ator disse que Heard jogou duas garrafas de vodka nele, e a segunda delas "cortou meu dedo e esmagou meus ossos".

"Foi quando eu comecei o que sinto talvez ter sido uma espécie de colapso nervoso", afirmou ele ao tribunal. "Eu não poderia viver, não queria viver."

Depp disse que começou a escrever mensagens na parede com sangue usando o dedo decepado, antes de usar tinta. Uma mensagem no espelho dizia: "Estrelando Billy Bob, Fácil Amber".

Veja também:

O chef premiado que valoriza peixes considerados menos nobres
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade