PUBLICIDADE

"Sou careta no sexo", conta atriz que fez Bruna Surfistinha

Maria Bopp concilia carreira de atriz com conscientização bem-humorada sobre política e comportamento

13 jun 2021 10h53
| atualizado às 10h53
ver comentários
Publicidade

No saboroso programa 'Bem Juntinhos', de Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert, no GNT (quintas às 21h30), o professor e filósofo Silvio Almeida e a atriz e influenciadora Maria Bopp conversaram, entre uma coxinha e uma caipirinha, sobre a importância do diálogo.

Maria Bopp como Bruna Surfistinha na TV: série faz sucesso em plataformas de streaming
Maria Bopp como Bruna Surfistinha na TV: série faz sucesso em plataformas de streaming
Foto: Fox / Divulgação

Na discussão sobre falar durante o sexo, a criadora e intérprete da hilária 'Blogueirinha do Fim do Mundo' revelou não gostar de verborragia na hora H. "Respeito, tenho até amigos que fazem, mas eu, não", disse. "Não é muito de palestrar (no sexo)?", questionou Fernanda.

"Fico um pouco constrangida", revelou a atriz. "Eu fiz a série da Bruna Surfistinha. Fiz muita pesquisa sobre sexo, fetiches. Descobri que sou careta. Tem coisas muito diferentes que... humm".

Maria Bopp, 29 anos, interpretou nas quatro temporadas da série 'Me Chama de Bruna' a garota de programa alçada à fama a partir do blog no qual relatava a rotina com clientes. Exibida originalmente na Fox, a produção está disponível no Globoplay e no Amazon Prime.

"Eu gosto de uma cama, de um escurinho. Gosto de uma coisa mais careta, talvez. Sei lá, ficar falando, sou péssima", conta. "Fico até incrédula como consegui fazer a Bruna Surfistinha sendo às vezes, assim, meio careta, e com a bunda pequena que eu tenho". Risos na gravação.

Maria Bopp no ‘Bem Juntinhos’ com Rodrigo Hilbert, Fernanda Lima e Silvio Almeida
Maria Bopp no ‘Bem Juntinhos’ com Rodrigo Hilbert, Fernanda Lima e Silvio Almeida
Foto: Reproduções/Instagram/@mariabopp

No Instagram e YouTube, Bopp faz militância progressista embrulhada em ironia nos vídeos da personagem 'Blogueirinha do Fim do Mundo'. Uma crítica à futilidade e alienação do mundo de celebridades e dos influenciadores digitais. As mensagens miram também aqueles que não se posicionam politicamente.

Sagaz, ela desconstrói a própria imagem de mulher padrão - branca, olhos claros, bonita, sexy, bem-nascida - para falar de machismo, feminismo, racismo, ditadura da magreza e ainda criticar o presidente Jair Bolsonaro e seus seguidores.

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Publicidade
Publicidade