PUBLICIDADE

O que aconteceu com Tati Zaqui: das milhões de visualizações no funk à vida evangélica

Carreira com altos e baixos envolve capa da Playboy e músicas com milhões de visualizações no YouTube a término com ex-ator de Carrossel

30 mai 2024 - 18h20
(atualizado às 22h14)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Reprodução/Instagram/@tatizaqui

Violência doméstica

Em maio de 2023, Tati fez um boletim de ocorrência por violência contra Thomaz. Segundo ela, o namorado passou a agredí-la psicologicamente até partir para as agressões físicas. À polícia, a artista apresentou fotografias com marcas de violência que teriam sido provocadas pelo ator. Após o exame de corpo de delito, a Justiça concedeu uma medida protetiva para impedir que Thomaz se aproximasse dela.

Nas redes sociais, ela anunciou o fim do relacionamento. "Meu relacionamento com Thomaz chegou ao fim! Primeira e última vez que falo sobre. Agradeço o carinho dos fãs do casal, mas agora nossa vida seguirá caminhos diferentes", escreveu.

O funk de MC Tati Zaqui foi sucesso no fim de 2014. Ouçaaqui.
O funk de MC Tati Zaqui foi sucesso no fim de 2014. Ouçaaqui.
Foto: Instagram / @mctatizaqui / Estadão

Vida de evangélica

Após o fim da relação, Tati anunciou que voltou a estudar para se tornar coach e que iria se dedicar à carreira como cantora gospel. Os cabelos coloridos foram substituídos pelos tons escuros naturais. "Um olhar vale mais que mil palavras", escreveu nas redes sociais em janeiro deste ano.

Conta erótica bloqueada

Assim que anunciou a conversão à igreja evangélica, Tati passou a apagar fotos e vídeos com conteúdo adulto que mantina no Privacy. No fim do ano passado, afirmou ter perdido o acesso à conta acusou os antigos empresários de continuar a publicar as imagens eróticas sem autorização. "Eles vão responder por isso judicialmente", publicou a cantora no Instagram.

Meses sem maconha

Nesta terça, 29, Tati celebrou nove meses sem fumar maconha. "A maconha entrou na minha vida antes da fama, antes do reconhecimento, e antes da minha vida pública. Ela me acompanhou por muitos anos, e eu tive várias fases", afirmou no Instagram. "Eu me dei conta que eu precisava parar porque eu realmente estava fumando muito. E a maconha conseguiu fazer o que ela quer fazer com as pessoas: tirar elas da realidade."

"Meu problema ia muito além da maconha - ela abriu portas para muitas coisas na minha vida. A partir do momento que eu assinei a decisão que tinha tomado, eu tinha que me respeitar e, além de tudo, a Deus", completou.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade