PUBLICIDADE

Ludmilla pode parar na Justiça após festas em mansão

Vizinhança do condomínio de luxo onde mora está incomodada com as comemoração que só acabam de manhã.

2 dez 2023 - 17h30
Compartilhar
Exibir comentários
Ludmilla pode parar na Justiça após festas em mansão
Ludmilla pode parar na Justiça após festas em mansão
Foto: Reprodução/Instagram

A cantora Ludmilla tem causado um certo incômodo aos seus vizinhos com seus famosos “afters”, no condomínio onde mora. De acordo com informações da colunista Fábia Oliveira, do jornal Metrópoles, uma fonte revelou que uma das festas só foi encerrada após a chegada da Polícia Militar. 

O estresse começou no dia 08 do mês passado, quando a cantora deu uma enorme festa, depois do Prêmio Multishow. Segundo a colunista, a festa teve muita música alta e gritaria. A polícia, inclusive, teria sido acionada duas vezes. Sendo a primeira às 5h, onde Ludmilla teria prometido que a festa seria encerrada. E a segunda, às 8h30, finalizando de fato o evento com a chegada de uma segunda guarnição da PM teria chegado.

Pessoas estavam jogadas no gramado, outras pediam carona aos moradores, o que deixou a vizinhança revoltada. No dia seguinte, Ludmilla tentou amenizar a situação enviando flores aos vizinhos, fato que ela mesma contou nas redes sociais. 

Porém, de acordo com a coluna, as flores não foram bem recebidas. Os vizinhos encararam o gesto como uma “audácia” da cantora, que causou uma enorme dor de cabeça, e temiam que, ao aceitar, abriria espaço para que os “afters” se tornassem mais frequentes. 

A partir disso, a situação pode piorar para o lado da cantora. Na intenção de evitar novas festas desse porte, os moradores estão buscando alterar o regime interno do condomínio. O objetivo atual é tornar o regimento mais duro para esse tipo de situação. Duas reuniões já aconteceram e o condomínio, bem como sua assessoria, estariam dispostos a tomar as medidas jurídicas necessárias para resolver. 

Mesmo com toda essa tensão, Ludmilla deu mais duas festas no mês de novembro. Segundo os vizinhos, a festa “começou quando já deveria ter parado”, o volume de convidados era grande e “não paravam de chegar vans”. 

De acordo com a Fábia, muitos moradores desejam tomar medidas mais radicais caso a cantora insista em realizar este tipo de evento. Entre elas, acionar o Poder Judiciário. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade