PUBLICIDADE

Libero de Rienzo (1978-2021)

17 jul 2021 01h55
ver comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/IMDb / Pipoca Moderna

O ator italiano Libero de Rienzo morreu na sexta-feira (16/7) aos 44 anos, após sofrer um ataque cardíaco em sua residência na cidade de Roma.

Ele virou ator seguindo os passos do pai, Fiore De Rienzo, que teve uma trajetória curta na TV, mas trabalhou nos bastidores de vários filmes entre os anos 1970 e 1980.

Depois de estrear num telefilme de 1998, rapidamente começou a se destacar no cinema, em filmes como "Para Minha Irmã" (2001), da polêmica Catherine Breillat, e na comédia "Santa Maradona" (2002), de Marco Ponti, que lhe rendeu o primeiro prêmio de sua carreira, o David di Donatello de Melhor Ator Coadjuvante.

De Rienzo foi indicado mais duas vezes ao "Oscar italiano", pelo drama "Fortapàsc" (2009), de Marco Risi, em que interpretou o jornalista napolitano Giancarlo Siani, assassinado pela Camorra em setembro de 1985, e por um papel coadjuvante na comédia "Paro Quando Quero" (2014).

Entre seus últimos trabalhos estão a comédia "Amigos Para Sempre" (2018), de Antonello Grimaldi, e o drama "Dois Papas" (2019), dirigido pelo brasileiro Fernando Meirelles.

Além de atuar, ele também escreveu, dirigiu e editou um longa-metragem: "Sangue: La Morte Non Esiste", que venceu o Festival de Brooklyn, nos EUA, em 2006.

O ministro da Cultura da Itália, Dario Franceschini, lamentou sua morte nas redes sociais.

"A notícia da morte repentina de Libero De Rienzo é terrível e nos deixa todos sem palavras. Perdemos um jovem talento, um protagonista do cinema italiano que já tinha visto sua arte ser reconhecida com vitória no David di Donatello. O mundo da cultura italiana abraça sua família, seus filhos pequenos, sua esposa e todas as pessoas que o amavam, estimavam e apreciavam com carinho e condolências".

O ator era casado com a figurinista e designer de produção Marcella Mosca, com quem trabalhou pela primeira vez num de seus últimos filmes, a sci-fi "Fortuna" (2020), e deixa dois filhos de 6 e 2 anos de idade.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade