1 evento ao vivo

Filha de galã morto de 'Velozes e Furiosos' processa Porsche

29 set 2015
07h11
atualizado às 07h39
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A filha do ator Paul Walker, astro da série de filmes Velozes e Furiosos, vai processar a montadora alemã Porsche pelo acidente que causou a morte de seu pai, informou a imprensa americana.

Paul Walker morreu em novembro de 2013
Paul Walker morreu em novembro de 2013
Foto: (Reuters)

Walker estava no banco do carona em um Porsche conduzido por um amigo quando o carro bateu em um poste e pegou fogo em novembro de 2013.

De acordo com a imprensa americana, a filha de Walker, Meadow, de 16 anos, entrou com uma ação contra a Porsche alegando que a montadora falhou nos procedimentos de segurança.

A Porsche ainda não comentou o caso publicamente.

Depois de uma investigação de quatro meses, a polícia concluiu que o Porsche Carrera GT, conduzido por um amigo de Walker, Roger Rodas, estava a 150 km/h quando bateu no poste. O limite de velocidade na área era de 70 km/h.

Na ação, contudo, os advogados de Meadow alegam que o carro estava trafegando a uma velocidade muito mais baixa quando perdeu o controle, segundo o site de celebridades TMZ.

De acordo com o TMZ, que citou documentos legais, logo após o acidente, o cinto de segurança "pressionou o tórax de Walker com muita força, quebrando suas costelas e pélvis", além de prendê-lo quando o veículo pegou fogo.

Segundo o jornal americano Los Angeles Times, o processo diz que o carro não possuía "dispositivos que poderiam ter evitado o acidente ou, pelo menos, permitido a Paul Walker sobreviver à batida".

A filha de Walker, Meadow, não foi encontrada para falar sobre a ação que move contra a Porsche.

A viúva de Rodas entrou com uma ação similar no ano passado, mas a Porsche afirmou que o acidente foi culpa dele, e não de supostas falhas no projeto do veículo.

 

Veja também:

Carol Francischini treina na varanda de sua casa
BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade