0

BBB 21: Vera Fischer torce por Pocah desde que a funkeira era criança

7 mar 2021
13h40
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Instagram/Vera Fischer / Pipoca Moderna

O "BBB 21" tem mobilizado a torcida de muitos famosos, cada um defendendo ou descartando favoritos conforme as edições avançam. Mas Vera Fischer já tinha sua favorita desde antes do começo desta edição. A estrela do cinema e da TV declarou sua predileção logo que a lista dos participantes foi divulgada, deixando muitos fãs sem entender a relação. Mas elas são amigas de longa data. Desde o tempo em que Viviane de Queiroz Pereira não era chamada de Pocah.

"Vou contar a história: nos anos 1990 quando meu filho Gabriel nasceu, eu procurava uma babá que fosse carinhosa, responsável e honesta. Achei: chama-se Inês, mãe de Viviane e Vinicius. Eles conviveram com a minha família, na minha casa, até Gabriel ter 20 anos (chama-se amizade). A gente era uma tchurma muito bacana e amorosa. Íamos pra todo canto juntos", explicou Vera em seu Instagram.

A cantora passou da infância à adolescência frequentando a casa de Vera Fischer porque sua mãe trabalhava como babá de Gabriel, filho caçula da atriz. Em entrevista recente, Pocah confirmou que sua mãe era tratada como se fosse da família e ela também se sentia assim, tendo ido até a Disney à passeio com a atriz.

A funkeira afirmou que todo fim de semana passeava no sítio de Vera, que proporcionava "viagens, presentes e experiências" que a sua mãe não poderia dar aos filhos. Graças a esse carinho, a estrela acabou tornando-se uma referência para a Pocah, que a classificou como a sua "primeira inspiração feminina".

"Era a mulher mais glamourosa que eu conhecia. Eu calçava os sapatos dela e achava que um dia seria miss também", disse a cantora, lembrando do título de Miss Brasil conquistado pela atriz em 1969. "Ela dizia que eu deveria ser modelo, mas não tínhamos dinheiro para investir na minha carreira."

Em publicação nas redes sociais em janeiro deste ano, Vera Fischer fez uma grande declaração de carinho para Pocah, que respondeu relembrando ter recebido o apoio da atriz quando decidiu virar cantora.

"Nunca esquecerei do dia em que te contei que decidi virar cantora. Você me chamou para sentar à mesa com você e tomamos café juntas. Você disse que não curtia funk, mas me apoiou e me deu forças para realizar meus sonhos. Então, obrigada minha eterna musa inspiradora", escreveu.

Para Vera, o apoio sempre foi incondicional. "Desde pequena, ela dizia que queria ser cantora, e eu dizia: 'vai'. Ela conseguiu", comemora a atriz. "Ela sempre foi linda. Achava mesmo que ela deveria ser modelo. Ainda novinha, ela já tinha um cabelão e um jeitinho de ser especial".

O convívio com a família de Vera Fischer também foi a porta de entrada da música na vida de Pocah. Quando o filho de Vera, Gabriel, cresceu, formou um banda com o irmão de Pocah, Vinny Darian. Era nu metal, inspirado em Slipknot, Korn e Limp Bizkit. Naquela época, ela começou a sonhar em virar roqueira. "Usava unha preta. Já tive até o cabelo rosa. Demorei um tempo para chegar ao universo do funk", contou.

Mesmo sem ser fã de funk, Vera Fischer curtiu o trabalho da cantora: "Para o público consumidor a música, dá o recado. É ousada e inclusiva, o que é muito louvável e importante", escreveu a atriz em uma publicação.

A torcida de Vera Fischer por Pocah, portanto, não é de hoje. "Eu torço para a Pocah desde sempre. A vida acaba nos afastando fisicamente das pessoas, mas eu tenho um carinho enorme por ela", disse a atriz em entrevista à coluna de Patricia Kogut no jornal O Globo.

Veja abaixo fotos que a atriz revelou da infância de Pocah em seu Instagram.

Veja também:

Carol Francischini treina na varanda de sua casa
Pipoca Moderna Pipoca Moderna
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade