PUBLICIDADE

Ahmed Benaissa (1944-2022)

20 mai 2022 19h33
ver comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/Agence Wojooh / Pipoca Moderna

O ator argelino Ahmed Benaissa morreu nesta sexta (20/5) aos 78 anos, horas antes que seu último filme, "Sons of Ramses", estreasse no Festival de Cannes.

No longa dirigido pelo francês Clément Cogitore, Ahmed interpretava o pai do Ramses do título. Em comunicado, o Ministério da Cultura da Argélia revelou que o astro enfrentava uma longa doença.

O diretor de "Sons of Ramses" lamentou a morte de seu ator durante o festival. "Estou profundamente triste com a morte repentina de Ahmed Benaissa. O filme não existiria sem ele e as palavras não podem expressar nossa tristeza por estrear o filme em Cannes hoje. A cena artística perdeu uma de suas pessoas proeminentes. Ele deixa um grande legado artístico teatral e cinematográfico", manifestou-se.

Ahmed Benaissa nasceu na Argélia em uma família que teve nove filhos. Seu pai era um ativista que chegou a ser preso e encarcerado durante o período colonial na Argélia, sendo libertado após a independência do país. Ao crescer, mudou-se para Paris, vivendo por quase 18 anos na França. Durante este período, recebeu formação na Escola Nacional de Teatro e iniciou a carreira de ator.

Ele tinha no currículo dezenas de filmes e peças de teatro. Sua trajetória nas telas começou em 1971 e rendeu clássicos do cinema argelino, como "Buamama" (1980) e "Le Clandestin" (1989), ambos dirigidos por Benamar Bakhti.

Mais recentemente, ele participou de "Meu Coronel" (2006), escrito pelo mestre grego Costa Gavras, o sucesso "Fora da Lei" (2010), de Rachid Bouchareb, indicado ao Oscar de Melhor Filme Internacional, e "Papicha" (2019), de Mounia Meddour, que venceu o César de Melhor Filme de Estreia.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade