0

Acusado de fake news, ator foi vítima de fofoca obscena

História da 'cenoura entalada' quase destruiu a vida e a carreira de Mario Gomes

23 jan 2021
10h55
atualizado às 10h58
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O deputado federal Marcelo Freixo (Psol-RJ) anunciou ter entrado no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro com ação por danos morais contra Mario Gomes. Em áudio vazado e viralizado, com voz atribuída ao ator, e que teria sido enviado ao celular do também ator Carlos Vereza, Gomes diz que o parlamentar "arrumou o esquema" para tirar o oxigênio dos hospitais de Manaus (AM) e Cabo Frio (RJ).

Mario Gomes passou anos sendo obrigado a desmentir boato ultrajante
Mario Gomes passou anos sendo obrigado a desmentir boato ultrajante
Foto: Divulgação

Na mesma gravação, ele critica o apresentador Luciano Huck e faz citação com teor homofóbico do governador de São Paulo, João Doria. Ambos se apresentam como opositores de Jair Bolsonaro e demonstram interesse em lançar candidatura à Presidência em 2022.

Hoje acusado de espalhar fake news, Mario Gomes já sentiu na pele os efeitos dramáticos de uma difamação. Em 1977, quando despontava como galã da Globo na novela 'Duas Vidas', uma notícia publicada no jornal Luta Democrática transformou sua vida em um inferno.

A nota afirmava que o ator havia procurado a emergência de um hospital. "Estava entalado com uma cenoura, em local absolutamente invisível. O tubérculo, como foi registrado na ficha de atendimento, fora ali alojado pelo próprio, num momento de incontido desejo de satisfação pessoal. Para a extração, Mario Gomes teve de ser anestesiado", dizia trecho da publicação.

O boato logo se espalhou pelo País. Com 25 anos na época, o ator viu a carreira em ascensão ser ameaçada pelo sensacionalismo. Logo ficou provado que a mentira foi inventada por uma pessoa que culpava o galã pela ruidosa separação de Daniel Filho e Betty Faria - ele, o diretor de 'Duas Vidas'; ela, a heroína da novela.

Em 2017, ao participar do programa de Raul Gil, no SBT, Gomes relembrou a polêmica. “Escapei da morte porque tentaram, com uma cenoura, me matar. O objetivo era me colocar contra a opinião pública".

Depois daquele episódio vexatório, o ator fez sucesso em vários outros trabalhos na TV - ‘Jogo da Vida’ (1981), ‘Guerra dos Sexos’ (1983), ‘Vereda Tropical’ (1984), ‘O Sexo dos Anjos’ (1989), ‘A Favorita’ (2008) -, mas nunca se livrou da deplorável história da cenoura. Uma calúnia que o persegue até hoje. Aos 68 anos, Mário Gomes está fora da TV desde ‘Tempo de Amar’ (2018).

Veja também: 

 

Fonte: Especial para Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade