0

Genialidade e minimalismo norteiam o game de ação Bad North

Parece até um desenho animado, mas o gameplay viciante garante horas de diversão. Conheça o Bad North.

17 jan 2019
14h26
atualizado às 14h27
  • separator
  • comentários

Bad North é um daqueles jogos que prende pela simplicidade. Seus gráficos animados em estilo cartoon e o modo de jogo são simplesmente viciantes. E ele é projetado para ser um game rápido para passar o tempo. É um jogo muito intuitivo e rápido de aprender e jogar.

Aqui você controla alguns comandantes e precisa defender ilhas de ataques de bárbaros. No caso, com alusão aos Vikings, já que se passa no “Norte”. Para defender as pequenas casas das ilhas, você precisa posicionar seus exércitos no local exato para evitar que os guerreiros dos barcos consigam incendiar as moradias.

Foto: Raw Fury / Divulgação

Isso, no entanto, exige bastante estratégia, uma vez que você pode ter diferentes tipos de soldados, que desempenham diferentes tarefas.

Os soldados de Infantaria, por exemplo, carregam espadas e escudos. Podem atacar em movimento e se defender de flechas – mas são mais fracos em manter posição do que os lanceiros. Estes, porém, são devastados por flechas.

Enquanto isso, você pode manter um exército de arqueiros em terrenos altos para alvejar os invasores e ajudar seus outros exércitos.

Para progredir, você seleciona cada novo cenário, que muda de formato e tipos de inimigos. Alguns geram itens que oferecem bônus para os comandantes, outros trazem novos comandantes. Aí, você determina de quais classes serão suas unidades.

Tudo isso é muito divertido de aprender, e torna a jogatina cada vez mais interessante – especialmente quando o desafio começa a aumentar e repentinamente você perde todo o progresso por causa de um erro bobo.

Com no máximo quatro comandantes e seus exércitos de seis ou oito soldados a cada esquadrão, nos momentos mais difíceis é necessário que entre as ondas de ataques inimigos você restaure a vida nas casas da ilha. Mas isso leva tempo. E somos inimigos do tempo aqui, já que barcos cheios de inimigos não param de chegar.

Cabe a você selecionar o momento certo de mover suas tropas. O local certo onde eles vão defender a ilha. E quando exatamente usar o tempo para repor os soldados perdidos.

Além disso, a cada fase, você recebe moedas para melhorar o desempenho e destravar habilidades para suas tropas. Isso inclui mais soldados, mais destreza e força de luta ou até mesmo “poderes especiais” que atingem determinadas áreas.

Foto: Raw Fury / Divulgação

A genialidade aqui está em proporcionar muita diversão com um game extremamente simples e bem desenhado. Apesar da repetição depois de poucas horas, o game funciona no estilo rogue-like: são ilhas geradas aleatoriamente a cada início de jogo, com possibilidades de exploração que dão itens ou novos exércitos ao jogador. O que pode aumentar o fator replay.

De qualquer forma, ele se torna uma excelente opção para passar o tempo de forma casual. Especialmente para quem gosta de jogos de estratégia e combate em tempo real.

Serve muito bem para quem quer curtir este tipo de game sem a necessidade de tanta complexidade como em outros games mais densos

FICHA TÉCNICA
Desenvolvedora: Plausible Concept
Publicadora: Raw Fury
Plataformas: PC, PlayStation 4, Nintendo Switch e Xbox One
Lançamento original: Novembro/2018
Gênero: Estratégia
Modos de jogo: Singleplayer

(*) Flávio Croffi é editor do site Geekness

Geek

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade