PUBLICIDADE

Geração Z quer menos sexo em filmes e séries: por que isso acontece?

Em recente estudo da UCLA, foi constatado que 47% das pessoas da Geração Z sentem que cenas de sexo são “desnecessárias” em tramas

1 nov 2023 - 19h40
(atualizado às 19h41)
Compartilhar
Exibir comentários
Geração Z quer menos sexo em filmes e séries; entenda:

Em recente estudo organizado pela UCLA, foi constatado que 47% das pessoas da Geração Z sentem que cenas de sexo são “desnecessárias” na trama de filmes e séries, no geral. Apesar de parecer um número isolado, este é um dado que fala muito mais sobre o período geracional atual do que parece.

Hoje, mais do que nunca, os adolescentes e jovens adultos são expostos ao sexo com muita facilidade. Na internet, nas redes sociais, nas conversas. Especialmente com a adição do acesso crescente à pornografia na somatória, o resultado é uma geração de pessoas que foram perdendo a sensibilidade ao que o sexo representa socialmente.

Mas, quando boa parte da Geração Z classifica cenas de sexo como algo desnecessário, surge então a reflexão: o que é necessário na arte? 

O sexo existe no convívio humano e no cotidiano, assim como qualquer outra tarefa. Claro que ele não é necessário na trama, pois, afinal, nada é. Um beijo não é necessário para mostrar que um casal se ama, mas estando ali ele traz um reforço imagético. O mesmo vale para um abraço e até um aperto de mão.

Quando questionado sobre a polêmica do sexo no cinema ser desnecessário, o prestigiado diretor Paul Verhoeven deu uma resposta que talvez seja a síntese perfeita da questão: "nada é necessário num filme".

Geração Z quer menos sexo em filmes e séries
Geração Z quer menos sexo em filmes e séries
Foto: Divulgação

Você pode então trazer o argumento de que muitos filmes são ruins mas usam e abusam de cenas de sexo só pra atrair o público. E, sim, isso é verdade. Mas se a gente for seguir esse argumento, a violência também é muito usada em filmes ruins para atrair o público. Isso significa que consequentemente não deveriam existir cenas de violência em nenhum filme ou nenhuma série?

Embora toda a reflexão seja válida, o contraponto não é um coro uníssono.

Boa parte da Geração Z tem se importado mais com a objetificação feminina retratada na mídia, o que é um ponto válido e importante para ser contra algumas dessas cenas em específico. Mas, outra parte da Geração Z tem se mostrado mais conservadora do que o “esperado”, que advém da máxima de que os jovens estão cada vez mais progressistas.

Embora o assunto seja de fato um beco sem conclusão objetiva, seu comentário é importante, então deixe aqui sua opinião, não se esqueça de nos seguir também nas redes sociais (@terraentrete) para mais conteúdos, e até a próxima!

Fonte: Ygor Palopoli
Compartilhar
Publicidade
Publicidade