PUBLICIDADE

Alec Baldwin é formalmente acusado de homicídio culposo por morte no set de 'Rust'

A armeira Hannah Gutierrez-Reed também foi formalmente acusada pela morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins, em 2021; se condenados, podem pegar até 18 meses de prisão

1 fev 2023 - 08h00
(atualizado às 09h16)
Compartilhar
Exibir comentários

AFP - Alec Baldwin foi indiciado na terça-feira, 31, por homicídio culposo pelo disparo que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins, no set do filme de faroeste Rust, em outubro de 2021.

Baldwin estava segurando o revólver Colt .45 durante os ensaios da produção, quando disparou, ferindo Halyna Hutchins, que morreu pouco depois.

A promotora judicial do Novo México, Mary Carmack-Altwies, anunciou no início de janeiro que havia provas suficientes para apresentar acusações criminais contra o ator. "Hoje (terça), outro passo importante para garantir justiça para Halyna Hutchins", disse ela. "No Novo México, ninguém está acima da lei, e haverá justiça."

A armeira Hannah Gutierrez-Reed também foi indiciada no mesmo caso. Se condenados, ambos podem pegar até 18 meses de prisão e uma multa de US$ 5 mil. Agravado pelo uso de armas, a pena pode chegar a cinco anos, de acordo com a legislação norte-americana.

Durante o treinamento com armas, o ator parecia "distraído e falando ao telefone com sua família", segundo um documento divulgado pelo promotor. Ele ensaiou durante apenas 30 minutos quando a sessão deveria durar "pelo menos uma hora ou mais", segundo relatou a armeira.

Baldwin, de 64 anos, afirmou repetidamente que os responsáveis pela arma disseram que não estava carregada antes de entregá-la e que ele não puxou o gatilho.

Seu advogado, Luke Nikas, disse que vai contestar a acusação, chamando-a de "terrível erro judicial".

Os advogados de Gutierrez-Reed afirmaram que os promotores "entenderam mal os fatos" e chegaram a "conclusões erradas". "Vamos lutar contra essas acusações e esperar que o júri considere Hannah inocente", disseram Jason Bowles e Todd Bullion em um comunicado.

Por outro lado, o diretor assistente Dave Halls, que entregou a Baldwin o revólver no set e disse que estava "frio" (gíria cinematográfica para uma arma segura de usar), não contestou a acusação de uso negligente de uma arma mortal.

Baldwin, um dos coprodutores do filme, e Gutierrez-Reed foram acusados de homicídio culposo com vários graus de negligência. Os promotores do Novo México pedirão aos réus que compareçam ao tribunal dentro de um mês.

Halyna Hutchins foi morta e o diretor Joel Souza foi ferido quando uma arma que Baldwin estava usando durante um ensaio em outubro de 2021 disparou uma bala real. O filme estava sendo rodado no Bonanza Creek Ranch, nos arredores de Santa Fé, Novo México.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade