PUBLICIDADE

Minari vira blockbuster e bate Raya e o Último Dragão na Coreia do Sul

8 mar 2021 15h17
| atualizado em 9/3/2021 às 17h57
ver comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/A24 / Pipoca Moderna

O filme indie americano "Minari - Em Busca da Felicidade" foi lançado na Coreia do Sul no último fim de semana e surpreendeu ao se tornar blockbuster no país, com desempenho 80% superior ao de outro lançamento americano do período, a animação "Raya e o Último Dragão", da Disney.

"Minari" estreou em 1º lugar nas bilheterias sul-coreanas, com arrecadação de US$ 1,68 milhão entre sexta e domingo (7/3), de acordo com dados do serviço KOBIS do Korean Film Council. O valor equivela a uma participação de quase 38% no total de ingressos vendidos no país nos últimos três dias.

Capitalizando o interesse da imprensa local, especialmente pela atuação da veterana atriz sul-coreana Youn Yuh-jung ("Sense8"), a vovó da trama, a distribuidora local Pancinema colocou o filme dirigido por Lee Isaac Chung em 1.162 telas. E a expectativa é que o sucesso seja ampliado pela temporada de premiações nos Estados Unidos nas próximas duas semanas.

Vencedor do Festival de Sundance em janeiro de 2020, "Minari" venceu o Globo de Ouro e o Critics Choice como Melhor Filme em Língua Estrangeira, tendo sido enquadrado nesta categoria por se dividir entre diálogos em inglês e coreanos.

O filme acompanha uma família sul-coreana que luta para se estabelecer no interior rural dos EUA. O elenco também destaca Steven Yeun (o Glenn de "The Walking Dead"), Yeri Han ("Secret Zoo") e o menino Alan Kim, que venceu o Critics Choice de Melhor Ator Jovem.

A Coreia é o terceiro território internacional a lançar "Minari". Na Austrália e na Nova Zelândia, o longa teve um lançamento limitado, acumulando quase US$ 1 milhão nos dois países, mas deverá chegar em mais telas após as esperadas indicações ao Oscar em 14 de março.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade