0

Rainha fala abertamente: "Carruagem e coroa desconfortáveis"

Aos 91 anos, Elizabeth 2ª disse que usar a Coroa Imperial do Estado poderia "quebrar seu pescoço".

12 jan 2018
10h29
atualizado às 11h06
  • separator
  • comentários

Pela primeira vez falando abertamente sobre sua coroação de 65 anos atrás, a rainha Elizabeth, do Reino Unido, revelou o quão desconfortável foi o trajeto em sua carruagem de ouro até a cerimônia, e como usar a Coroa Imperial do Estado poderia "quebrar seu pescoço".

Rainha Elizabeth, do Reino Unido, durante abertura do Parlamento em Londres
Rainha Elizabeth, do Reino Unido, durante abertura do Parlamento em Londres
Foto: Reuters

Elizabeth, a monarca a ocupar o trono britânico por mais tempo, foi coroada rainha no dia 2 de junho de 1953, na Abadia de Westminster, em Londres, em uma grande cerimônia tradicional cujas origens datam de mil anos atrás.

Em um muito raro e pessoal relato para um documentário da BBC que irá ao ar no domingo, Elizabeth fala abertamente sobre a ocasião e alguns elementos que desempenhavam um papel simbólico na cerimônia.

"Horrível", disse sobre o trajeto em uma carruagem de quatro toneladas do Palácio de Buckingham até a abadia onde monarcas britânicos são coroados desde 1066. "É apenas revestido de couro, não muito confortável".

Rainha Elizabeth II dançando com Marechal Sir John Baldwin (1892 - 1975) em um baile realizado no Hyde Park Hotel, Londres, em 26 de novembro de 1954.
Rainha Elizabeth II dançando com Marechal Sir John Baldwin (1892 - 1975) em um baile realizado no Hyde Park Hotel, Londres, em 26 de novembro de 1954.
Foto: Dennis Oulds/PNA/Central Imprensa/Hulton Archive / Getty Images

Elizabeth, agora com 91 anos, tinha apenas 25 quando se tornou rainha após a morte de seu pai, George 6º, em 1952, com a coroação acontecendo no ano seguinte.

"É o tipo de, eu suponho, início da vida de alguém realmente como soberano", disse. "É um tipo de cortejo de cavalheirismo e uma maneira antiquada de fazer as coisas, na verdade. Eu vi uma coroação (a de seu pai, em 1937) e fui a recebedora na outra, o que é bem notável".

Elizabeth usou duas coroas na cerimônia: a Coroa de Santo Eduardo, que tem usado desde então, e a Coroa Imperial do Estado incrustada de diamantes, que ela ainda usa em ocasiões formais como a abertura do Parlamento, quando faz um discurso resumindo os planos legislativos do governo.

"Você não pode olhar para baixo para ler o discurso, você tem que fazer o discurso olhando para frente. Porque se você fizer, seu pescoço pode quebrar e a coroa cair", disse sorrindo. "Então, há algumas desvantagens nas coroas, mas fora isso, elas são coisas bastante importantes".

Veja também:

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade