PUBLICIDADE

Ex-BBB cita arrependimento com bolsa de R$ 15 mil e revela convite inusitado

Serginho Orgastic, que participou da 10ª edição do reality show da TV Globo, conversou com o Terra durante o carnaval em São Paulo

11 fev 2024 - 02h22
(atualizado às 03h51)
Compartilhar
Exibir comentários
Serginho Orgastic
Serginho Orgastic
Foto: Reginaldo Tomaz/Terra

O ex-BBB Serginho Orgastic, que participou da 10ª edição do reality show da TV Globo, está no camarote Brahma do carnaval em São Paulo e compartilhou ao Terra suas percepções sobre o reality show e seus planos futuros. 

Serginho não hesitou em expressar sua desaprovação em relação a alguns brothers da atual edição, citando o cantor Rodriguinho. "Eu não tô achando bacana. Eu não aceitaria as coisas que ele fala e falaria na cara dele", afirmou. 

Além das considerações sobre o reality show, Serginho também compartilhou detalhes sobre sua vida pessoal e profissional. Enquanto revelava que já recebeu convites para participar de produções de conteúdo adulto, ele enfatizou que esse não é seu foco. 

"Não é o meu eixo. Respeito quem faz, tenho amigos meus que fazem, mas eu não faria. Meus fãs pedem, mas acho que é uma exposição não necessária pra mim", destacou. 

Falando sobre seus projetos futuros, Serginho destacou que tem um hotel fazenda com a família. 

"Eu tenho um hotel fazenda em Guararema, chama Hotel Vale do Encantado. Então, cada vez mais a gente tá construindo, fazendo novos projetos. A gente fez agora uma parte de fute-tênis, piscina com bar. É eu, meu pai e meu irmão. Então, isso é muito legal", disse o ex-BBB. 

Além disso, Serginho abordou sua identidade não-binária e sua experiência como uma pessoa LGBTQIA+ na mídia e nos negócios. Ele enfatizou a importância da inclusão e do respeito à diversidade em seu ambiente de trabalho e em sua vida pessoal, destacando sua casa como um espaço acolhedor para todas as identidades de gênero.

Ao falar sobre suas finanças, Serginho revelou que, apesar de já ter tido um período de gastos excessivos, ele agora adota uma abordagem mais consciente em relação ao dinheiro, buscando equilibrar suas despesas com investimentos inteligentes. 

"Eu já comprei uma bolsa de R$ 15 mil e eu achei um absurdo depois. Eu falei "meu, não precisava. Mas é uma bolsa linda. Ainda tenho até hoje", relembrou. 

*A cobertura do Terra no Carnaval é um oferecimento de Brahma

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade