PUBLICIDADE

Turim é escolhida como sede da edição de 2022 do Eurovision

Itália receberá a competição musical depois de mais de 30 anos

8 out 2021 12h59
| atualizado às 13h02
ver comentários
Publicidade

Os organizadores do famoso festival musical Eurovision anunciaram nesta sexta-feira (8) que a cidade de Turim, no norte da Itália, sediará a edição de 2022 do evento.

A banda Maneskin venceu a edição passada do Eurovision
A banda Maneskin venceu a edição passada do Eurovision
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

O país ganhou o direito de receber a competição musical após o grupo italiano Maneskin ter vencido a edição passada do Eurovision, que aconteceu nos Países Baixos. A Itália receberá novamente o evento depois de mais de 30 anos.

No processo, a capital da região do Piemonte derrotou outras 16 cidades italianas que também pretendiam organizar o Eurovision, como Milão, Bolonha, Rimini e Pesaro.

De acordo com a organização da competição, o município de Turim foi favorecido por sua localização geográfica, facilidade de acesso e capacidade de acomodar um bom número de espectadores. A experiência da cidade em sediar grandes eventos também foi um diferencial.

"Vencemos, Turim venceu! Meses de trabalho, ligações intermináveis, centenas de documentos, pilhas de regulamentos, fiscalizações, visitas, mas no final conseguimos, trouxemos para Turim, o evento musical mais seguido no mundo", celebrou a prefeita de Turim, Chiara Appendino.

A Itália venceu o Eurovision apenas três vezes: a primeira foi em 1964, com Gigliola Cinquetti, e em 1990 com Toto Cotugno. Agora, o Maneskin voltou a colocar o país no topo da disputa europeia. .
   

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade