PUBLICIDADE

Gucci apresenta primeira coleção de alta relojoaria

7 abr 2021
15h26 atualizado às 17h59
0comentários
15h26 atualizado às 17h59
Publicidade

No ano em que comemora 100 anos de existência, a grife de luxo italiana Gucci fez sua estreia nesta quarta-feira (7) na relojoaria de alto padrão com uma coleção criada por seu diretor artístico, Alessandro Michele.

Nova coleção é composta por quatro linhas
Nova coleção é composta por quatro linhas
Foto: Foto / Divulgação / Ansa - Brasil

A nova proposta é composta por quatro linhas, que incluem a Gucci 25H, G-Timeless, Grip e uma série de relógios de alta joalheria. Cada um dos modelos são inspirados na tradição artesanal e nos elementos clássicos considerados patrimônios da marca: elementos naturais, flora e fauna, e o duplo G entrelaçado, que é uma homenagem ao fundador Guccio Gucci.

O primeiro modelo, Gucci 25H, carrega o número 25 porque Alessandro o considera um talismã e o utiliza com frequência em suas criações. Além disso, o calibre GG727.25 tem simbolismos numerológicos: o sete transmite plenitude; o dois representa o equilíbrio e cooperação; e o cinco simboliza a curiosidade e liberdade.

Este relógio é oferecido nas opções de aço e pavê-set com iterações em duas versões, ouro amarelo e platina.

Já o G-Timeless traz cinco novos desenhos de alta relojoaria: o G-Timeless Dancing Bees, um relógio clássico com 22 abelhas posicionadas no mostrador; o G-Timeless Automatic, caracterizado pelo motivo de abelhas da Gucci, com mostradores em pedra e finas tiras de couro; o G-Timeless com fases da lua e o G-Timeless Pavé, cravejado de diamantes e pulseiras de crocodilo; além das edições desenvolvidas pela fábrica da Kering, localizada em La Chaux-de-Fonds.

A Gucci lançará também cinco versões do modelo Grip, produzidos com materiais preciosos e módulo de movimento Jump Hour, além dos modelos Dionysus, Lion Head e Gucci Play, que apresentam pedras e metais preciosos.

A grife italiana entrou para a história da indústria relojoeira em 1972 utilizando o melhor artesanato suíço em La Chaux-de-Fonds, onde são realizados o controle de qualidade, montagem e cravejada de diamantes. Já os mostradores e técnicas decorativas são aplicados na Fabbrica Quadranti da Gucci, localizada no Cantão de Ticino.

As novas coleções têm como objetivo buscar uma fusão entre o estilo italiano e a experiência suíça.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade