PUBLICIDADE

Vídeo mostra a "dança" da Lua no céu ao longo de um ano

O vídeo foi produzido pelo astrofotógrafo Andrew McCarthy, que registrou a Lua na fase cheia ou próxima dela ao longo de um ano, preservando a escala lunar

1 ago 2022 - 16h12
Ver comentários
Publicidade

O astrofotógrafo Andrew McCarthy fotografou a Lua ao longo de um ano para produzir um vídeo incrível que mostra que a Lua parece "dançar" no céu, em função de um fenômeno chamado "libração". O vídeo foi publicado na rede social Reddit, no dia 24 de julho.

Foto: viledevil/Envato / Canaltech

Ele planejava criar algo do tipo há alguns anos, mas foi somente após se mudar para o estado Arizona, nos Estados Unidos, que conseguiu colocar o projeto em prática. Para criar o vídeo, McCarthy fotografou a Lua durante a fase cheia ou próxima dela a cada mês, durante um ano. Ele teve o cuidado de preservar a escala da Lua para que ela mantivesse tamanho regular ao longo do vídeo.

Abaixo, você confere o resultado:

No vídeo, vemos as mudanças da Lua ao longo de sua órbita ao redor da Terra; essa órbita não é perfeitamente circular, mas sim elíptica. Por isso, a distância média entre a Terra e a Lua é de cerca de 384.400 km — essa distância diminui para aproximadamente 363.300 km durante o perigeu (quando a Lua chega ao ponto mais próximo da Terra) e aumenta para 405.500 km no apogeu (quando ela fica no ponto mais distante de nós).

O movimento da Lua é conhecido como "libração". Este efeito é causado por efeitos cumulativos da órbita elíptica da Lua e sua inclinação em relação à órbita terrestre, permitindo que vejamos nosso satélite natural de ângulos levemente diferentes ao longo de um mês. Essa diferença é discreta no dia-a-dia, mas fica bem evidente no vídeo de Andrew.

O nome "libração" vem do termo em latim para "balança", ou seja, se refere à forma como o lado de uma balança sobe e o outro desce quando um peso é colocado nela. Embora a Lua mostre sempre a mesma face para nós, a libração nos ajuda a ver mais de 50% da superfície lunar.

Fonte: Reddit; Via: NASA, Western Washigton University, Sky at Night

Trending no Canaltech:

Canaltech
Publicidade
Publicidade