PUBLICIDADE

Chrome começa a desativar cookies de terceiros no início de 2024

O Google substituirá os cookies de terceiros pela Privancy Sandbox, que usa um modelo mais efetivo chamado API Topics, a partir do primeiro trimestre de 2024

22 mai 2023 - 12h15
(atualizado às 17h03)
Compartilhar
Exibir comentários

O Google Chrome vai iniciar o processo de encerramento do suporte aos cookies de terceiros no primeiro trimestre de 2024. Isso significa que usuários do navegador começarão a ser migrados para a Privacy Sandbox, com finalização do movimento prevista para o segundo semestre do próximo ano.

Foto: Wirestock/Freepik / Canaltech

A informação foi dada pelo líder de produtos de publicidade do Privacy Sandbox, Victor Wong, em entrevista ao site TechCrunch. Segundo Wong, esse processo deve preparar os desenvolvedores para as grandes mudanças a partir do final de 2024.

Atualmente, o Google conduz um experimento com 1% dos usuários do Chrome com a Privacy Sandbox. Essas pessoas serão as primeiras a serem totalmente inseridas no novo modelo de cookies — os demais serão movidos gradualmente até o fim do ano.

A API Topics permite controlar quais temas tem interesse ou não em receber publicidade (Imagem: Reprodução/Google)
A API Topics permite controlar quais temas tem interesse ou não em receber publicidade (Imagem: Reprodução/Google)
Foto: Canaltech

A implantação do modelo era prevista para 2022, mas a Gigante das Buscas decidiu adiá-la para 2024. O motivo foi a necessidade de fazer mais ajustes antes de apresentar tudo para agências de publicidade, concorrentes e usuários.

Dessa vez, a criadora do Chrome optou por trabalhar em parceria com autoridades regulatórias, como a Autoridade de Mercados e Concorrência do Reino Unido (CMA, em inglês). A ideia é ter a aprovação de órgãos especializados para não enfrentar problemas legais mais para frente, especialmente com rígida legislação europeia.

O que é o Privacy Sandbox?

Segundo os desenvolvedores, o modelo é mais seguro e menos invasivo que o atual, porque as pessoas conseguem gerenciar as permissões de acesso e os interesses. Além disso, o sistema de monitoramento agrupa usuários com base em padrões de navegação, em vez de analisar os hábitos individuais como ocorre hoje.

Somente 1% dos usuários foram selecionados para testes com a Privacy Sandbox (Imagem: Reprodução/Google)
Somente 1% dos usuários foram selecionados para testes com a Privacy Sandbox (Imagem: Reprodução/Google)
Foto: Canaltech

Inicialmente, a empresa cogitou o uso de um mecanismo chamado Federated Learning of Cohorts (FLoC), que sofreu bastante rejeição do mercado. Autoridades em segurança e empresas de privacidade disseram que os FLoCs poderiam ser ainda mais invasivos que os cookies de terceiros.

O Google então engavetou a ideia e apresentou um sistema diferente chamado API Topics. Esse modelo dá ao usuário controle sobre quais anúncios verá ao navegar, o que pode ser mais efetivo para o modelo publicitário.

Como testar a Privacy Sandbox?

Nem todos poderão fazer um teste da Privacy Sandbox, porque somente uma parcela pequena de pessoas foi selecionada para o experimento. A novidade foi liberada no Chrome 104 e fica no menu Privacidade e Segurança das configurações do programa. Se não aparecer para você, significa que sua conta não foi contemplada.

A partir do Chrome 115, previsto para julho deste ano, o Google vai disponibilizar as APIs para todos, inclusive desenvolvedores. É nesse momento que outras empresas e profissionais poderão se aprofundar no API Topics e criar soluções baseadas nos "novos cookies".

O modelo chegou ao Android em fevereiro com a promessa de limitar acesso de apps aos dados pessoais. A implementação também será gradual nos celulares, partindo de uma pequena amostragem de aparelhos até chegar na totalidade.

Fonte: TechCrunch

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade