Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Bolsonaro credita crise energética a mudanças climáticas

Com a pior seca em quase um século na região Sudeste do país, o Brasil enfrenta riscos de racionamento e apagões

24 set 2021 12h54
| atualizado às 13h29
Compartilhar
Presidente Jair Bolsonaro antes de cerimônia no Ministério da Defesa em Brasília 22/07/2021 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

O presidente Jair Bolsonaro creditou às mudanças climáticas a escassez hídrica que o Brasil está enfrentando – apesar de já ter questionado várias vezes o aquecimento global – e afirmou que o país está agindo com "planejamento, seriedade e transparência".

Com a pior seca em quase um século na região Sudeste do país, o Brasil enfrenta riscos de racionamento e apagões, mas o governo federal ainda aposta em medidas de redução voluntária de consumo.

Publicidade

A declaração, em discurso em vídeo gravado, foi feita em um painel sobre transição energética organizado pela Organização das Nações Unidas às margens da Assembleia-Geral, que acontece esta semana em Nova York.

Bolsonaro disse ainda que o Brasil está disposto a contribuir com o mundo para a transição energética e apoia a mudança da matriz de combustíveis para transportes públicos, investindo em motores a hidrogênio.

"O Brasil está posicionado para produzir hidrogênio de forma competitiva e com escala para suprir nossas próprias necessidades e exportar para outros mercados", afirmou.

Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações