Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Renato Gaúcho, o negacionista de Campeonatos Brasileiros

Técnico mais uma vez prefere deixar a competição em segundo plano

27 set 2021 07h33
| atualizado às 08h00
Compartilhar

A competição mais importante do calendário esportivo do País se consolidou há décadas e costuma arrastar todo ano milhões de torcedores aos estádios (antes da pandemia era assim). É a mais rentável e também a de maior visibilidade. Negar a importância do Campeonato Brasileiro ou deixá-lo em segundo plano, como faz há anos Renato Gaúcho, parece o caminho da contramão.

Mesmo com elenco milionário, o mais valorizado do futebol brasileiro, Renato Gaúcho, no Flamengo, repete sua estratégia utilizada nos cinco anos anteriores, por exemplo, no Grêmio. Poupa jogadores no Brasileiro para dar prioridade à Copa do Brasil e a Libertadores.

Publicidade
Renato Gaúcho nunca foi de dar muita bola para o Brasileiro, como treinador
Foto: Ronaldo Oliveira/Agência O Dia / Estadão Conteúdo

Em 2019, Jorge Jesus disse que esse artifício era bobagem. Escalou sempre o que tinha de melhor à disposição e o Flamengo ganhou o Brasileiro e a Libertadores.

Recentemente, contra o Ceará, Renato Gaúcho não levou a força máxima ao Castelão, por opção, e o Fla acabou empatando (1 a 1). Ou seja, jogou fora dois pontos contra um adversário que figura na parte de baixo da tabela.

Nesse domingo (26), talvez considerando que fosse fácil passar pelo América-MG, que luta contra o rebaixamento. Renato Gaúcho pôs em campo uma equipe mista. Foi um sofrimento para a torcida rubro-negra. O gol do time só saiu aos 88 minutos, ou seja, aos 43 do segundo tempo. Mesmo assim, cedeu o empate ao mandante nos acréscimos.

O novo 1 a 1, numa rodada em que o Palmeiras perdeu para o Corinthians e o Atlético-MG ficou no 0 a 0 com o São Paulo, impediu que o Flamengo avançasse na classificação. Mais dois pontos desperdiçados.

Publicidade

Em redes sociais, muitos flamenguistas reclamaram de Renato Gaúcho, o que se avolumou em canais do Youtube voltados para esses torcedores. As críticas seguiam o mesmo fluxo – com um grupo tão qualificado tecnicamente, o Flamengo tem a obrigação de buscar todos os títulos que disputa, sem “abandonar” o sonho do tricampeonato brasileiro, façanha alcançada somente pelo São Paulo.

O Flamengo joga nessa quarta (29) contra o Barcelona de Guayaquil, no Equador, e pode perder até por diferença de um gol para garantir vaga na final da Libertadores.

Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. 
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações