Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Brad Pitt processa Angelina Jolie por prejuízo econômico

Ator acusa a ex de deixá-lo de fora de um acordo de venda de um imóvel avaliado em US$ 164 milhões

21 set 2021 16h47
| atualizado às 17h18
Compartilhar
Foto: Divulgação/Universal Pictures / Pipoca Moderna

O ator Brad Pitt entrou na justiça contra a ex-mulher, Angelina Jolie, processando-a por deixá-lo de fora de um acordo de venda de um imóvel avaliado em US$ 164 milhões que pertencia ao ex-casal. O Chateau Miraval foi a vinícola na qual eles se casaram em 2014. 

De acordo com informações do Daily Mail, o ator alega que a atriz está tentando prejudicá-lo ao vender 50% de suas ações na propriedade por meio de sua empresa, Nouvel. Pitt detém os outros 50% por meio de outra empresa, a Mondo Bongo. As duas empresas são sócias numa terceira companhia, a Quimicum, que tinha a posse da propriedade.

Publicidade

Os documentos do processo apontam uma manobra jurídica de Jolie para vender o imóvel sem a aprovação de Pitt.

"Vale a pena mencionar que, nos últimos quatro anos, a Nouvel não agiu com interesse na Quimicum, atrasando sistematicamente a aprovação das contas anuais e a renovação do gestor", diz o texto.

"Entendemos que por trás dessa obstrução sistemática, o verdadeiro objetivo da Nouvel e de sua acionista [Angelina] é vender sua participação no Chateau Miraval SA de uma forma que contorne o direito de preferência da Mondo Bongo (conforme previsto nos artigos da Quimicum de aprovação), tendo, como consequência, uma mais-valia obtida graças ao investimento da Mondo Bongo e para a qual a Nouvel não contribuiu."

Publicidade

Embora a separação de Brad Pitt e Angelina Jolie tenha sido bem mais tranquila que a de Johnny Depp e Amber Heard, a briga do casal continua de forma intensa nos bastidores.

"As atitudes de Angelina com o Brad são constantemente vingativas", disse uma fonte ligada ao ator para o Daily Mail sobre a nova disputa.

Em julho passado, a atriz conseguiu destituir o juiz que supervisionava seu divórcio e a custódia dos filhos - e que também oficiou seu casamento - , após este emitir uma liminar alterando a guarda em favor de Pitt, permitindo-lhe compartilhar o cuidado dos filhos.

Publicidade

Pipoca Moderna
Fique por dentro das principais notícias de Entretenimento
Ativar notificações