PUBLICIDADE

'Preto Ozado': Livro do poeta baiano faz referência às conquistas do povo negro

Obra traz poemas sobre natureza, sustentabilidade, amor, equidade, direitos humanos e a importância da leitura; lançamento chega a São Paulo nesta semana Texto: Patricia Santos | Foto: Edvaldo Jr.

20 set 2023 - 15h20
Compartilhar
Exibir comentários
O escritos Lucas de Matos, sorrindo, durante um dos lançamentos de seu livro, sentado à uma mesa com suas obras em cima.
O escritos Lucas de Matos, sorrindo, durante um dos lançamentos de seu livro, sentado à uma mesa com suas obras em cima.
Foto: Edvaldo Jr. / Alma Preta

O livro "Preto Ozado", do poeta Lucas de Matos, faz referência às conquistas obtidas pela população negra por meio da pressão popular para ter acesso, principalmente, ao ensino superior. A obra será lançada oficialmente em São Paulo no sábado (23), na Drummond Livraria, às 16h.

A expressão que dá título ao livro é um jargão utilizado em Salvador (BA), cidade natal do escritor. "Essa expressão é usada com intencionalidade racista para pessoas pretas em posição de destaque na sociedade, como se elas não coubessem nesse lugar", explica Matos, que optou pelo z na grafia da palavra. "Além de ser dito assim na Bahia, também faço alusão ao conceito de 'pretoguês' da escritora Lélia Gonzalez", ressalta.

A negritude é um dos temas centrais do livro, cuja abordagem não se restringe apenas às vivências do autor. Com ilustrações de Silvana de Menezes, o material traz poemas sobre natureza, sustentabilidade, amor, equidade, direitos humanos e a importância da leitura, temas que compõem o tecido múltiplo de abordagens, em mais de 45 textos poéticos divididos em três partes: "De onde vim", "Onde estou" e "Para Onde Vou".

O livro já figurou em 39º lugar na lista dos mais vendidos da Amazon na categoria de Literatura e Ficção. São mais de 1.300 exemplares circulando nacionalmente. Personalidades como Gilberto Gil, Margareth Menezes, Luedji Luna, Daniela Mercury e Lázaro Ramos já tem seus exemplares.

O autor também se movimenta no próprio livro, que tem um efeito de animação chamado flipbook, no qual é simulado um movimento de voo. Essa razão também fez a obra se popularizar entre o público infantil. Um vídeo de uma garota de 8 anos, chamada Duda Santhana, recitando "Black Power" (poema do livro) já soma mais de 290 mil visualizações no Instagram.

Serviço

Lançamento do livro "Preto Ozado"

Quando: 23 de setembro, 16h.

Onde: Drummond Livraria  - Av. Paulista, 2.073, Conjunto Nacional, Loja 153 - Consolação, São Paulo - SP

Alma Preta
Compartilhar
Publicidade
Publicidade