PUBLICIDADE

'Penha Rap' celebra a Consciência Negra com grupos da cena hip hop

10 nov 2023 - 18h58
(atualizado em 17/11/2023 às 14h44)
Compartilhar
Exibir comentários
Penha Rap 2
Penha Rap 2
Foto: The Music Journal Brazil

Lá se vão cinco décadas desde que DJ Kool Herc organizou uma festa no Bronx, em Nova York (EUA), a qual mudou os rumos da música black. Mais precisamente em 11 de agosto de 1973 o jamaicano que imigrou pros EUA no final dos anos 1960, usando dois toca-discos, aumentou a duração dos breaks instrumentais, e assim, as pessoas poderem dançar mais tempo. Estava lançado os alicerces do gênero que tomou o planeta, mudando comportamentos e a própria sociedade.

No Brasil o hip-hop teve sua gênese em São Paulo, mais precisamente nos eventos da Rua 24 de Maio e Metrô São Bento, locais icônicos do cento da capital paulista. Desses encontros e atividades saíram grandes nomes do rap nacional como Thaide, DJ Hum, Racionais e Rappin Hood.

Para marcar esta data importante o Centro Cultural Penha apresenta o Penha Rap 2023 com grandes representantes do gênero no Brasil. Confira:

Asfixia Social

A banda paulista Asfixia Social se tornou conhecida na cena independente nacional pela mistura original de rock, rap, ska e elementos que trazem toda a essência da cultura de rua e um som vibrante. O quarteto formado pelo MC e trompetista Kaneda, o guitarrista Thiko, o baixista Leonardo e o baterista Barba tem um histórico de dois álbuns em estúdio, dois DVD's ao vivo e centenas de shows em importantes festivais do Brasil, França, Holanda, Alemanha, Inglaterra, Escócia e Portugal.

O álbum de estreia, Da Rua pra Rua (2012), traz participações de BNegão, Victória Binx, Marcos Agrotóxico, Ariane Koziner, Gaspar, DJ Tano e Funk Buia (Z'África Brasil). Sistema de Soma (2020) traz participações de Mao Jr. (Garotos Podres), Karen Santana, Bocato, Gabriel Rosati e Jonatas Petróleo. Ao lado do poeta do rap nacional GOG, a banda lançou A Cara do Inimigo (2018) e Assassinos Sociais, canção de 1993 relançada em 2021.

Em 2023, junto ao rapper carioca MV Bill, o grupo lançou Tiro no Escuro, reforçando suas conexões com o Rio de Janeiro durante a produção do terceiro álbum em estúdio, com produção de Pedro Garcia (Planet Hemp), a ser lançado no fim deste ano.

Recentemente, o Asfixia Social foi atração do Festival de Inverno de Paranapiacaba 2023, Festival Rock Rio Pardo 2023, Haltpop Festival 2022 (Holanda), Festival Chauffer dans la Noirceur 2022 (França), Festival Punx Picnic 2022 e Rebellion Festival 2022 (Inglaterra).

Vinil Forever

Vinil Forever faz o resgate e a preservação da Cultura do Vinil desde 2006 e vamos fazer uma apresentação (Live) compartilhando com as páginas indicadas e as páginas pessoais nossas nas redes sociais apresentando para o publico como é possível o DJ se apresentar com o Vinil até os dias de hoje.

Será uma apresentação de uma hora onde falaremos da cultura do DJ, o Vinil na atualidade as cenas que giram em torno desta mídia fascinante que resiste ao tempo e aos avanços tecnológicos, fazendo a discotecagem passando por estilos como o Samba Rock, Soul, Original Funk, Disco, MPB, entre eles, vamos reproduzir nas pontas das agulhas artistas como Tim Maia, Jorge Ben, Roberto Carlos, Sandra Sá, Cláudio Zoli, Internacionais como James Brown, Ray Charles, Michael Jackson, Tupac - artistas de um passado remanescente e atuais a desde que o trabalho esteja registrado em vinil que é a marca da Vinil Forever.

Rose MC

Rose MC é rapper desde partir de 1992. Professora de Artes formada pela FEBASP e Pedagoga pela Uninove, insere o Hip Hop na educação desde 1988. Participou da primeira coletânea feminina, Sociedade Alternava - Elas por Elas, lançada pela gravadora Kaskatas Records, em 1994.

Em 2022 lançou seu primeiro álbum solo, Preta Poderosa, com produção musical de Elly Pretoriginal (DMN) e DJ Hélio Branco e em setembro de 2023 lançou seu segundo álbum: ROSE MC 60 - Pioneira, Única e Sexagenária.

Participando de palestras, debates, shows e lives, a artista vive o hip hop na veia há 40 anos sendo precursora entre as mulheres do rap. A rapper abriu as portas para muitas mulheres sendo inspiração para aquelas que lutam por igualdade, transpondo barreiras e combatendo o preconceito e opressão.

$mookey Dee

Grande nome e um dos precursores do hip-hop nacional, o paulistano $mookey Dee foi um dos fundadores do Doctor's Mc's. Quem não se lembra do maior sucesso do grupo, o single Tik Tak, que sampleou o clássico Na Linha do Horizonte, do Azimuth, banda clássica do rock nacional?

Em carreira solo o rapper da zona leste tem pavimentado sua estrada com letras, rimas e muita atitude

Penha Rap: comemorando os 50 anos do Hip-hop e quatro décadas do movimento no Brasil

Dia 19 de novembro, às 19h

Centro Cultural Penha

Largo do Rosário, 20 - Penha

A 10 minutos da Estação Penha do Metrô - Linha 3: Vermelha

Ingresso gratuito

Retirar ingressos na bilheteria uma hora antes

Informações: (11) 2095-4068

The Music Journal The Music Journal Brazil
Compartilhar
Publicidade
Publicidade