PUBLICIDADE

Vídeo: 5 chaves para as mulheres melhorarem a autoestima

Entenda a importância de melhorar a autoestima e não ter medo do julgamento alheio

26 fev 2024 - 12h37
Compartilhar
Exibir comentários
5 chaves para as mulheres melhorarem a autoestima:

Investir em autoestima, confiar em si mesma e não ter medo do julgamento de terceiros são peças-chave para qualquer mulher que deseja ser bem sucedida nas mais diversas áreas da vida.

Segundo Andressa Gnann, responsável pelo projeto Papo de Leoa, empreendedora serial, empresária, advogada e sócia fundadora e gestora do escritório Gnann e Souza Advogados, é necessário que as mulheres se permitam olhar para si mesmas com mais carinho, focando nos pontos positivos. 

“Sabemos que nem sempre é fácil, especialmente quando também se é mãe, por isso é importante trabalhar a autoestima e ressaltar suas qualidades”, afirma.

De acordo com Andressa, muitas mulheres têm uma autoestima baixa por considerarem que não “dão conta” da forma como deveriam. 

“Mas é natural que em um dia consigamos fazer mais e no outro menos. É natural que um dia a gente consiga dar comida e salada para as crianças, e no outro tenha que preparar um miojo em razão da correria”, avalia.

Para a advogada, um dos pontos principais a serem combatidos é o medo do julgamento alheio. 

“Eu mesma já passei por isso quando comecei a fazer vídeos e, quando me dei conta, passei a trabalhar melhor essa questão em mim. Precisamos entender que somos, acima de tudo, seres humanos tentando fazer o seu melhor e não serão todos os dias que iremos ser a melhor versão de tudo ”, diz Andressa.

Pressões sociais

Ela reforça a importância do respeito e da empatia entre mulheres, principalmente em meio a tantas pressões sociais. 

“E, além disso, precisamos aprender a levantar outras mulheres, ajudando-as a enxergar seu potencial e enaltecendo as suas qualidades. Infelizmente, muitas querem competir ao invés de contribuir e colaborar”, orienta.

A especialista acredita que muitas mulheres limitam seu próprio desenvolvimento por medo de não darem conta ou de serem julgadas. 

“O importante é entender que você é seu único limite e que, em uma sociedade onde todos querem implantar regras, basta plantar o que você tem de melhor e em algum momento você conseguirá colher os frutos, independentemente do que os outros estão pensando, afinal, se você fizer vão criticar e se não fizer, vão criticar também”, finaliza.

(*) HOMEWORK inspira transformação no mundo do trabalho, nos negócios, na sociedade. É criação da Compasso, agência de conteúdo e conexão. 

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Publicidade