Voos para os EUA têm novas restrições para bagagem de mão

Substâncias em pó serão controladas e mala de mão poderá ser vistoriada antes do embarque nos aeroportos brasileiros

26 jun 2018
15h13
atualizado às 15h22
  • separator
  • comentários

Uma nova regra imposta pelos Estados Unidos impede que os passageiros com destino ao país levem mais de 350 ml de substâncias em pó na bagagem de mão, com exceção feita a leite em pó, medicamentos e produtos adquiridos no duty free. A nova regra passa a valer a partir de 30 de junho.

Voos para os EUA têm novas restrições para bagagens de mão
Voos para os EUA têm novas restrições para bagagens de mão
Foto: Tobias Schwarz / Reuters

Como a norma vale apenas para a bagagem de mão, produtos em pó como farinha, açúcar, café, temperos e cosméticos poderão ser transportados normalmente na bagagem de porão. Materiais em pó nas formas granulares ou compactos também entram na regra.

A inspeção deverá ser feita nos aeroportos de origem e por isso a TSA (Transportation Security Administration), autoridade americana responsável pela segurança da aviação civil do país, ressalta que os passageiros poderão ter a bagagem de mão inspecionada por seguranças das empresas aéreas antes do embarque.

A ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) orienta que os passageiros entrem em contato com as companhias aéreas em caso de dúvidas sobre a nova restrição.

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade