PUBLICIDADE

Belas praias e muita história: conheça Cuba em cinco dias

15 dez 2014 - 14h27
Compartilhar
Exibir comentários
Varadero é uma das praias mais famosas do mundo
Varadero é uma das praias mais famosas do mundo
Foto: Shutterstock

Belas praias, reservas naturais, cultura latina e um grande cuidado com a preservação da história são algumas das atrações que esperam os turistas em Cuba. Por ano, os cubanos aproveitam uma média de 330 dias de sol. Confira dicas para quem vai passar cinco dias na maior ilha do Caribe.

Dia 1 - Parte velha da cidade é atração

A hospedagem em Havana oferece diferentes possibilidades. O turista pode escolher o alto padrão dos luxuosos hotéis cubanos ou o ambiente mais intimista de uma casa de família. Boa parte dos hotéis fica em Habana Vieja, bairro que preserva muitos prédios antigos. Um bom passeio para quem gosta de arquitetura. Uma caminhada pelo centro, até o Capitólio também é uma oportunidade de admirar as construções históricas.

A Plaza de la Revolución é cercada por centros comerciais, uma boa oportunidade para fazer compras. Também foi palco de manifestações históricas e onde Fidel fazia seus imensos discursos. O cenário é composto ainda por dois imponentes murais com as imagens de Che Guevara e Camilo Cienfuegos. 

Aproveite o fim da tarde no Malecón, o calçadão a beira mar, onde você poderá admirar o por do sol e as ondas explodindo no muro de pedras.Um dos bairros mais badalados para curtir a noite é Vedado, onde ficam muitos restaurantes e bares com música noturna.

Dia 2 - Varadero é atração imperdível

A distância de 140 km entre Varadero e Havana tomará algum tempo, mas os 22 km de areia branca contrastando com uma borda azul e tranquila do Atlântico  compensarão a viagem. Na hora do almoço, os restaurantes localizados na beira da praia permitem uma deliciosa refeição, sem se afastar do cenário paradisíaco.

Durante a tarde, o esporte pode ser uma opção. São diversas modalidades como mergulho e natação com golfinhos. Existem também muitas trilhas e passeios ecoturísticos, como o caminho até a Gruta de Ambrósio. Depois, para relaxar, Varadero possui uma variedade de spas. 

A noite da cidade oferece muitas festa e shows com música local. Além da oportunidade de conhecer os moradores, é uma boa chance de provar o gaurapo, uma mistura de cana de açúcar, rum branco, água e gelo.

Dia 3 - Santa Clara foi palco de batalhas históricas

Santa Clara é um pouco mais distante de Havana, 258 km, mas é destino obrigatório para quem gosta de história. A cidade foi palco de batalhas decisivas, vencidas pelas tropas de Che Guevara, na Revolução de 1959. 

No Parque Leoncio Vidal fica o hotel Santa Clara Libre, onde soldados de Fulgêncio Batista buscaram abrigo. Na fachada do prédio é possível identificar os furos dos projéteis atirados pelos rebeldes. Uma placa de bronze registra a tomada do prédio pelos revolucionários.

Na cidade também fica o Memorial Comandante Che Guevara, composto por um museu e o mausoléu, onde estão os restos mortais do guerrilheiro. A Plaza da Revolucíon também tem um monumento em homenagem ao argentino.

Ilha une história e belezas naturais
Ilha une história e belezas naturais
Foto: Shutterstock

Para completar o passeio histórico, Santa Clara fica próxima da Baía do Porcos, onde ocorreu uma tentativa de invasão por exilados anticastristas. O local também abriga um museu e homenagens aos soldados mortos na resistência.

Dia 4 - Visite um point de mergulhadores

Saindo de Santa Clara, a estrada para Cayo Santa Maria é estreita e propicia uma visão do oceano pelos dois lados. Os hotéis da cidade são de alto nível, alguns possuem acesso direto para a praia. 

A praia é um dos pontos preferidos dos mergulhadores. Protegido da pesca por lei, o fundo do mar apresenta corais, peixes raros e pequenos canyons. 

Ilha une história e belezas naturais
Ilha une história e belezas naturais
Foto: Shutterstock

Dia 5 - Sierra Maestra é um passeio que mistura natureza e história

Reserve um dia para conhecer a Sierra Maestra. A cadeia de montanhas mais elevadas de Cuba reserva belezas naturais e preserva a história da Revolução de 1959. Foi na cordilheira que Fidel Castro e os revolucionários organizaram sua base de comando e coordenaram as ações contra Fulgêncio Batista.

A floresta segue preservada como na época. Os turistas podem conhecer os esconderijos utilizados, algumas cabanas e o abrigo em que Castro ficava escondido. A “casa de la prensa”, onde o comandante rebelde recebia os jornalistas.

No caminho para para a Sierra Maestra, dê uma parada em Bayamo. Na pequena cidade, além de diversos monumentos históricos dos séculos XVIII e XIX, você poderá ser surpreendido pelas intervenções dos estudantes das escolas de artes locais.

Cartola - Agência de Conteúdo - Especial para o Terra Cartola - Agência de Conteúdo - Especial para o Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade