1 evento ao vivo

Ilhas afastadas: conheça 7 paisagens remotas e inóspitas

  • separator
  • comentários

Esqueça as areias brancas e as águas cristalinas de uma ilha paradisíaca. Nesta lista de ilhas remotas e inóspitas feita pela CNN, os raros visitantes encontram paisagens desoladas e pouca infra-estrutura. Confira: 

1) Tristão da Cunha, Reino-Unido

O arquipélago de Tristão da Cunha encontra-se isolado em meio ao Atlântico Sul, tendo a África  como ponto mais próximo, a mais de 2800 km. Formado por sete ilhotas rochosas, o arquipélago tem a ilha de Tristão da Cunha como seu ponto principal, com a cidade de Edimburgo dos Sete Mares e seus menos de 300 habitantes, como única localidade urbanizada. O site oficial da ilha avisa: não há aeroporto, hotéis, restaurantes, discotecas, nem áreas seguras para nadar.

 

2) Bjornoya, Noruega

Mais conhecida como “Ilha do Urso”, a mais de 600 km do litoral do norte da Europa, a ilha de Bjornoya é a mais meridional do arquipélago de Svalbard. A ilha é uma reserva natural num território inóspito, e tem seu litoral composto de grandes falésias. Com uma flora escassa, Bjornoya tem entre seus habitantes apenas pássaros e alguns mamíferos como raposas e alguns ursos durante o inverno. 

 

3) Bouvet, Noruega

A 1600 km de distância da Antártida, território mais próximo, a Ilha de Bouvet é inóspita e encontra-se totalmente coberta de gelo. A ilha não tem portos, estradas nem cidades, e é uma reserva natural que necessita de autorização das autoridades da Noruega, a quem pertence o território, para ser visitada. 

 

4) Bishop Rock, Inglaterra

A cerca de 50 km do litoral da Inglaterra, Bishop Rock figura no livro dos recordes como a menor ilha no mundo a ter uma construção. Formada apenas por alguns rochedos, a ilhota possui um farol, erguido em 1858, e que permanece até o dia de hoje, com uma altura de 49 metros.

 

5) Boreray, Escócia

Ao leste das Hébridas Exteriores, no pequeno arquipélago de St. Kilda, a ilha de Boreray é um dos sítios inscritos como Patrimônio Mundial da UNESCO encontrados na Escócia. Abandonada pelos seus únicos habitantes na década de 30, pela dificuldade em cultivar alimentos, a ilha se tornou uma atração após pesquisadores encontrarem vestígios arqueológicos pré-históricos.

 

6) Ilha Sentinel do Norte, Índia

A ilha Sentinel do Norte é uma das 572 ilhas que formam o arquipélago de Andamão, na baía de Bengala do Oceano Índico. Cercada por numerosos recifes, a ilha tem cerca de 200 habitantes nativos pouco amigáveis que não querem saber nada de contato com outras civilizações, e fazem questão de mostrar isso aos visitantes recebendo-os com flechas disparadas desde seus arcos. 

 

7) Rockall, Escócia

A cerca de 300  km da Escócia, Rockall é uma pequena ilhota rochosa que atinge apenas vinte metros acima do nível do mar em um minúsculo território. A ilha é a ponta de um antigo vulcão, hoje extinto, que enfrenta ondas que chegam a trinta metros de altura. O rochedo foi dominado pelos britânicos em 1955, temendo que os soviéticos fossem usá-lo como base para lançar mísseis. 

 

Fonte: Andrés Bruzzone Comunicação Andrés Bruzzone Comunicação

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade