1 evento ao vivo

Buenos Aires oferece passeio grátis por locais frequentados pelo papa

Trajeto tem acompanhamento de guia turístico e pode ser feito de ônibus ou a pé; escola e antiga casa de Bergoglio estão entre os pontos de visitação

  • separator
  • 0
  • comentários

Quem quer conhecer mais sobre a vida do Papa Francisco pode fazer um circuito turístico papal em Buenos Aires, inaugurado na última semana. O trajeto guiado passa pelos principais pontos frequentados por Bergoglio, pode ser feito de ônibus ou a pé e é gratuito.

O Circuito Papal é o resultado de uma parceria entre a secretaria de turismo e o Arcebispado da cidade. Ele é composto por duas opções de visitas guiadas pelos pontos da vida do novo Papa. “Nós pensamos esse circuito para que o turista possa conhecer a cidade de outro ângulo, pois estão incluídos aqui muitos pontos não tradicionalmente visitados em Buenos Aires”, contou ao Terra a diretora geral de observação turistica da cidade, Monica Kapusta.

O percurso feito de ônibus passa por nove bairros da capital portenha e é acompanhado por uma guia turística. São 24 pontos visitados no período de três horas, passadas quase totalmente dentro do veículo, o que dificulta a visita a cada um deles e impede o turista de ter tempo para observar e tirar fotos nos locais.

São feitas apenas duas paradas: na Paroquia de San José del Talar, no bairro de Agronomia - local convertido em ponto de peregrinação religiosa para visitar a imagem da Virgem Desatadora de Nós, trazida da Alemanha na década de 1980 com a ajuda de Bergoglio -, e na Catedral Metropolitana.

Os moradores da capital foram os principais interessados no passeio inaugural. “A ideia é expandir isso ao turista estrangeiro que visita Buenos Aires, mas para isso ainda precisamos de mais alguns dias no trabalho de divulgação do circuito”, explicou Kapusta.

As primeiras impressões de quem fez o trajeto foram positivas. “Estou muito feliz por poder viver um pouco da história do Papa”, declarou Alicia Perez, 71 anos. Após acompanhar diversas missas coordenadas por Bergoglio, Stela Maris Perri, 65 anos, enfatizou o encantamento em conhecer melhor os detalhes da vida dele. 

O percurso pode ser feito a pé
Existe também a opção de fazer a visita guiada a pé que, segundo a guia Soraya Chaina, “é um percurso que pode ser feito de maneira mais tranquila, na qual o turista tem todo o tempo para tirar fotos de cada ponto, além de não necessitar de inscrição prévia, por ter vagas ilimitadas”.

A opção do passeio está disponível às quintas-feiras, partindo da Basílica de Flores, ou todas as terças-feiras, com saída da Praça de Maio. O turista desfruta de um percurso diferente, de acordo com o ponto de partida escolhido. 

O trajeto que parte da Basílica San José de Flores, local onde Bergoglio teve a revelação e optou pela vida religiosa, passa pelo Colégio Nuestra Señora de la Misericordia, onde em 1940 Francisco recebeu a primeira comunhão, e segue para a antiga casa onde ele passou a infância. Além disso, a poucos metros dali está a Plazoleta Herminia Brumana, onde o menino Bergoglio jogava bola com outros garotos do bairro de Flores. Para terminar, o tour chega à Escuela Pedro António Cerviño, onde o Papa cursou o ensino primário, correspondente ao Ensino Fundamental no Brasil.

Já o percurso que parte da famosa Praça de Maio leva o turista pela Catedral Metropolitana, onde, desde 1998, Bergoglio cumpria atividades como Arcebispo de Buenos Aires. Passa por alguns pontos curiosos, como o cabeleireiro e a banca de jornal do Papa, como ficaram conhecidos. Na opção, é possível conhecer outras igrejas das redondezas, como a San Ignácio de Loyola - que leva o nome do fundador da ordem a qual Bergoglio pertence - e a Igreja San Francisco de Asís - que tem o mesmo nome escolhido por ele para simbolizar e guiar seu pontificado. 

Fonte: Especial para Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade