PUBLICIDADE

Tofu: excelente fonte de proteínas e opção ideal para intolerantes à lactose

Conheça os benefícios desse queijo vegetal para a sua saúde física e mental

31 mai 2021 22h02
ver comentários
Publicidade
Benefícios do tofu
Benefícios do tofu
Foto: Shutterstock / Alto Astral

Para quem ama queijos, é difícil pensar em uma dieta sem esse alimento delicioso, não é mesmo? O derivado do leite faz parte de diversos pratos na culinária mundial e promete dar aquele toque especial à muitas receitas. Mas e quem sofre de intolerância à lactose?

Felizmente, nem tudo está perdido. Quem é alérgico a proteína tem uma opção bem versátil para se encantar: o tofu.

Segundo Marcella Garcez, médica nutróloga, o tofu é um tipo de queijo vegetal feito a partir do leite de soja, e ele é largamente utilizado na culinária oriental e nas dietas vegetarianas ou veganas. "O tofu é uma excelente fonte de proteína vegetal, contém todos os nove aminoácidos essenciais, portanto, uma proteína de alto valor biológico", destaca a especialista.

O queijo vegetal é um alimento proteico muito versátil, e pode ser utilizado em diversas receitas salgadas ou até mesmo nas doces. A nutróloga comenta que esse alimento não tem colesterol na sua composição. Ou seja, se o tofu for consumido em substituição aos queijos de origem animal, principalmente os amarelos, visto que são mais ricos em colesterol, pode ajudar a reduzir os níveis séricos.

Além da quantidade de proteína, o tofu é rico em cálcio e é uma boa fonte de fósforo e magnésio, que são minerais importantes para a manutenção do metabolismo ósseo. Segundo Garcez, há benefícios também para a função cerebral, já que as isoflavonas da soja, que são fitoestrógenos, ocupam receptores de estrogênios no cérebro, o que pode ter impactos positivos na memória e função cerebral.

Porém, como a soja, da qual o tofu é derivado, possui antinutrientes, que existem para proteger a planta, como fitatos, lectinas, oxalatos e inibidores de tripsina, esses elementos, consequentemente, podem reduzir a absorção de nutrientes e causar algumas alterações digestivas. Então, a principal maneira de evitá-los é deixar as leguminosas, de molho por pelo menos 12 horas antes de preparar qualquer prato à base de grãos. "Outras maneiras são a fermentação e a germinação dos grãos, também antes do preparo do tofu", explica Garcez.

A médica também ressalta que todo alimento funcional, como o tofu, deve ser inserido em uma dieta equilibrada, variada e o mais "natureba" possível. "Mesmo sendo um alimento muito seguro e com muitas funcionalidades, deve ser consumido de forma mais moderada nos casos de câncer de mama em tratamento, perda de função renal e doenças de tireoide não equilibradas", finaliza a médica.

Porém, lembre-se: as contraindicações se dão pelo consumo excessivo!

Consultoria: Marcella Garcez, médica nutróloga, mestre em ciências da saúde pela escola de medicina da PUCPR, diretora da Associação Brasileira de Nutrologia e Docente do Curso Nacional de Nutrologia da ABRAN.

Alto Astral
Publicidade
Publicidade