PUBLICIDADE
Logo do

Procedimentos

Cinco tratamentos dentários para investir seu 13º salário

Separamos alguns tratamentos odontológicos que podem ser feitos com o valor (ou parte dele) da remuneração

11 dez 2020 10h00
| atualizado em 28/12/2020 às 16h57
Publicidade
Foto: Unplash

Um dos momentos mais aguardados pelos brasileiros, o décimo terceiro salário costuma dar um alívio nas contas e permite, ainda, dar uma engordada na poupança. E por que não investir na própria saúde? Por isso, separamos alguns tratamentos odontológicos que podem ser feitos com o valor (ou parte dele) da remuneração. São eles:

Aparelho invisível
Utilizados para a correção de imperfeições na arcada dentária, eles são feitos de acetato e quase passam imperceptíveis. O tratamento, que pode durar de 6 meses a dois anos, custa entre R$ 12 e R$ 15 mil.

Lentes de contato
Quem sonha com dentes perfeitos pode recorrer às delicadas lâminas de porcelana, que corrigem alinhamento, diastemas e dentes quebrados. Elas são coladas com adesivos específicos, podem durar até 15 anos custam de R$ 2 mil a R$ 5 mil por dente.

Próteses em CAD/CAM
É o formato mais sofisticado da coroa em que a boca é escaneada e as próteses são esculpidas em uma máquina específica. A tecnologia justifica seu alto custo, de cerca de R$ 2 mil por dente.

Gengivoplastia
O procedimento, feito com anestesia local, melhora o aspecto do sorriso por meio da diminuição da gengiva proeminente e custa em torno de R$ 2 mil.

Clareamento dental
O tratamento a laser é realizado em consultório e sua manutenção pode ser feita em casa, com moldeiras de silicone. Quem deseja investir no procedimento tem de desembolsar entre R$ 700 e R$ 4 mil.

Fonte: FF Este conteúdo é de propriedade intelectual do Terra e fica proibido o uso sem prévia autorização. Todos os direitos reservados.
Publicidade