Remédios que prejudicam a saúde bucal

Ajuda ou atrapalha? Listamos possíveis vilões de seu sorriso

21 nov 2019
10h00

Um levantamento de 2016 apontou que cerca de 40% das pessoas ingerem ao menos um tipo de medicamento diariamente que pode prejudicar os dentes.

  • Antibiótico: Não é verdade que ele pode causar cárie e estragar os dentes, pelo menos não totalmente. Antigamente o antibiótico mais receitado para qualquer infecção era o que tinha como base uma substância chamada Tetraciclina. Especialistas começaram a perceber que se ele fosse ingerido durante a gestação ele poderia prejudicar a formação óssea do feto, afetando os dentes. Com isso, esse tipo de medicamento não foi mais receitado, especialmente para gestantes.
  • Açúcar: Esse sim é o grande problema de muitos medicamentos, principalmente os infantis. Para que um antibiótico seja mais bem aceito pelas crianças (pois remédio nenhum tem um gosto original bom) as indústrias farmacêuticas enchem os produtos de sacarose, adocicando seu gosto. O mesmo acontece com os xaropes e os remédios para asma. 
  • Boca seca: A xerostomia é o nome que se dá ao fenômeno da boca seca. Esse problema, que pode causar dificuldades para falar, comer e engolir, ardência bucal e um gosto amargo na boca, pode aparecer em decorrência de vários fatores, entre eles o uso de alguns medicamentos como os antidepressivos, anti-hipertensivos, sedativos, alguns antialérgicos, remédios contra náuseas, diuréticos e o omeprazol.
Foto: Livre

 

Fonte: FF Este conteúdo é de propriedade intelectual do Terra e fica proibido o uso sem prévia autorização. Todos os direitos reservados.
publicidade