PUBLICIDADE
Logo do

Novidades

Isotônicos causam erosão nos dentes. Saiba por quê

Bebida possui PH ácido, o que pode prejudicar o esmalte do dente

30 jul 2021 10h00
Publicidade
Foto: Pexels

Os Jogos Olímpicos de Tóquio estão a todo vapor e nossos atletas estão nos enchendo de orgulho e colocando muitos sorrisos nos nossos rostos. E uma atitude comum a quem pratica esportes, seja profissional ou não, é o consumo de bebidas isotônicas. Mas, e a saúde bucal, como fica?

Pesquisa realizada nos Jogos Olímpicos de Londres (2012) com 278 atletas apontou que 45% dos entrevistados tiveram erosão dentária por conta da ingestão desse tipo de bebida. A sensibilidade dentária pode acontecer ainda quando a pessoa consome produtos gelados, quentes e doces.

De acordo com o CRO-SP (Conselho Regional de Odontologia de São Paulo), uma pesquisa realizada pela UEPB (Universidade Estadual da Paraíba) em parceria com a UFPB (Universidade Federal da Paraíba) analisou em laboratório a perda mineral em dentes humanos após a exposição a esses produtos.

O estudo comparou alguns tipos de isotônico com água destilada, que concluiu que essas bebidas são muito erosivas. Todos os líquidos e alimentos com pH abaixo de 5,5 podem ser nocivos para o esmalte dental.

Isso porque, depois de consumidos, a saliva tem a função de neutralizar o processo de desmineralização. Mas, quando o consumo é contínuo, a neutralização não acontece.

Assim como os isotônicos, muitas bebidas são ácidas, mas o que as difere dos isotônicos é a forma de consumo. No caso dos últimos, a ingestão ocorre de forma mais frequente o que, a médio prazo, podem causar opacidade do esmalte e maior sensibilidade dental.

Portanto, caso opte por esse tipo de bebida, intercale com o consumo de água.

 

Fonte: Equipe portal
Publicidade