Cuidado! Os beijos também podem transmitir doenças

10 nov 2017
11h00
atualizado às 11h22

Beijar, beijar, beijar.... um dos gestos mais prazerosos e desejados pelas pessoas pode possuir também um lado negativo. Pois é, além de ser uma forma de liberar endorfinas, relaxar o corpo, estimular o sistema imunológico, o beijo também pode ser um veículo de transmissão de doenças.

Foto: iStock

Isso porque, quando beijamos, além de transmitir sentimentos como paixão e amor, também passamos bactérias para o nosso parceiro. Estudos recentes mostraram que em um beijo íntimo que dura 10 segundos, 80 milhões de bactérias são trocadas entre as bocas dos participantes.

"O beijo é uma das maneiras mais prazerosas para demonstrar carinho. No entanto, alguns cuidados devem ser tomados. Os indivíduos que têm uma doença infecciosa em fase ativa devem evitar beijar o parceiro, porque pode acabar contaminado ele", adverte o Dr. Fábio De Abreu Alves, Presidente da Câmara Técnica de Odontologia do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP).

De acordo com o especialista, herpes, candidíase, mononucleose, sífilis e HPV (vírus do papiloma humano) são algumas das principais doenças que podem ser passadas durante um beijo. Portanto, manter a saúde bucal em dia é essencial não só para sua saúde, mas também para proteger seu parceiro das bactérias e vírus que habitam o corpo.

Fonte: FF Este conteúdo é de propriedade intelectual do Terra e fica proibido o uso sem prévia autorização. Todos os direitos reservados.

compartilhe

publicidade
publicidade