0

Probióticos em prematuros

9 out 2018
07h11
  • separator
  • comentários

Um estudo recente demonstra que a nutrição enteral com suplementação de Lactobacillus reuteri ( L. reuteri ) DSM 17938 como probiótico pode reduzir o risco de enterocolite necrotizante em lactentes prematuros. O estudo é uma revisão sistemática de ensaios clínicos randomizados controlados e não controlados de suplementação de L. reuteri DSM 17938 em lacentes prematuros com menos de 37 semanas de idade gestacional.

Os estudos comparando a administração enteral de qualquer dose de L. reuteri DSM 17938 ou L. reuteri ATCC 55730 nos primeiros dias de vida e continuado por, pelo menos 7 dias, com grupo placebo ou controle foram incluídos na revisão. Estudos comparando o uso de L. reuteri DSM 17938 e outro probiótico também foram incluídos.

Os resultados dos estudos randomizados controlados demonstraram uma melhora estatisticamente não significante na enterocolite necrotizante, enquanto que os estudos não controlados demonstraram melhora significante. No geral, esta revisão sistemática sugere que a suplementação de L. reuteri DSM 17938 tem o potencional de reduzir no risco de enterocolite necrotizante, além de facilitar a administração de nutrição enteral. Entretanto, estudos maiores são necessários para confirmar estes achados.

Referência

Athalye-Jape G, Rao S, Patole S. Lactobacillus reuteri DSM 17938 as a Probiotic for Preterm Neonates: A Strain-Specific Systematic Review. JPEN J Parenter Enteral Nutr. 2015 Jun 9.

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade