PUBLICIDADE

Gestantes devem tomar vacina contra a gripe

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a imunização contra a gripe pode ser feita em qualquer fase da gestação

26 abr 2021 12h56
| atualizado em 17/5/2021 às 14h35
ver comentários
Publicidade
A vacina da gripe não provoca nenhum efeito colateral grave para a mãe e nem para o bebê
A vacina da gripe não provoca nenhum efeito colateral grave para a mãe e nem para o bebê
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

A vacinação contra a gripe (influenza), deu início em 12 de abril e as gestantes estão no grupo prioritário para receber a dose da vacina. É importante que as grávidas procurem um posto de saúde para se vacinar, uma vez que todo sintoma gripal é levantado como suspeita do Covid-19.

Devido à pandemia, as pessoas muitas vezes deixam de realizar exames preventivos, ignoram sintomas graves de outras doenças, como por exemplo, uma apendicite,  por medo de se contaminarem com o coronavírus. Segundo a Dra. Evelyn Prete, ginecologista e obstetra, os exames preventivos não podem parar, assim como a vacinação em grávidas durante a gestação ou mesmo nas crianças.  

"A grávida deve diminuir, ao máximo, o tempo que vai permanecer na unidade de saúde. Para isso, ela pode ligar na unidade, avisar o horário que irá até lá para se vacinar e procurar horários que são menos cheios, a fim de ter o menor contato possível com outras pessoas", explica a ginecologista.

De acordo com Organização Mundial da Saúde (OMS), a imunização contra a gripe em grávidas pode ser feita em qualquer fase da gestação. "Ela é produzida a partir de partículas inativadas do vírus e é muito segura para a gestação, não havendo nenhum efeito colateral grave para a mãe e nem para o bebê. 

Vacina contra a Covid

Em relação à vacinação contra a Covid-19, outro assunto que preocupa as gestantes, o Ministério da Saúde publicou uma orientação para as grávidas que tenham alguma comorbidade se dirijam até o posto de saúde a fim de tomar a vacina.

Já para as gestantes sem doenças preexistentes, deve ser feita uma avaliação de risco e benefícios e levar uma declaração médica autorizando a vacinação. "Vale ainda ressaltar que as grávidas podem ser vacinadas em qualquer fase da gestação, e que as mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias - e lactantes podem tomar a vacina.

Além disso, as grávidas vacinadas devem manter os cuidados, mesmo após a aplicação das duas doses da vacina, de esperar o período necessário para o corpo criar a defesa contra o vírus", finaliza Evelyn.

Vale ressaltar que, em crianças, a imunização contra a gripe deve ser feita apenas após os seis meses de idade.

Saúde em Dia
Publicidade
Publicidade