PUBLICIDADE

Estudo indica pilates, yoga e outras atividades na menopausa

É uma série de benefícios que impactam até na perimenopausa

6 jun 2024 - 19h09
Compartilhar
Exibir comentários

Indubitavelmente, há vários sintomas tanto antes quanto em meio a menopausa, não é mesmo? A diferença é que o exercício físico surge como ferramenta indispensável, ou seja, o estudo disponível no The Journal of the Menopause Society indica pilates, yoga e tai chi na menopausa.

Pilates yoga e tai chi na menopausa
Pilates yoga e tai chi na menopausa
Foto: Shutterstock / Sport Life

Os efeitos do pilates, yoga e tai chi na menopausa

Usaram quatro bases de dados eletrônicas da PubMed, Embase, Cochrane Central Register of Controlled Trials e Web of Science. Todas analisadas sistematicamente desde o início até julho de 2023.

A pesquisa se baseou em ensaios clínicos randomizados para examinar o impacto das intervenções de exercícios mente e corpo na perimenopausa e mulheres no pós-menopausa. O total de 11 ensaios clínicos randomizados, que compreenderam 1.005 participantes entraram na análise.

Problema comum nas mulheres é a aceleração da reabsorção óssea nesse período, o que pode causar osteoporose, e os efeitos benéficos do exercício devem-se ao stress do músculo esquelético, que regula a massa óssea.

O estudo destacou na sequência que a prática de ioga aumenta os níveis de melatonina, hormônio essencial na regulação do sono, e as concentrações cerebrais de GABA (Ácido gama-aminobutírico), neurotransmissor inibitório para melhora dos padrões de sono. Na sequência, foi citado que exercício mente-corpo aumenta o foco e melhora o humor ao mesmo tempo em que modula o estresse em transtornos emocionais.

A palavra do especialista

"A meta-análise indicou que o exercício mente-corpo melhorou significativamente a densidade mineral óssea em mulheres na perimenopausa e pós-menopausa em comparação com grupos de controle. Além disso, observaram melhorias significativas na qualidade do sono, redução da ansiedade e humor depressivo. Os incômodos para as mulheres nesse período são realmente inúmeros e vão de dificuldade em adormecer até menos interesse em atividades sexuais. O exercício é de fundamental importância, mas não substitui a reposição hormonal", concluiu o Dr. Igor Padovesi.

Sport Life
Compartilhar
Publicidade
Publicidade