PUBLICIDADE

Cistite: saiba evitar episódios recorrentes

Diferente da infecção urinária, que atinge todo o trato urinário, a cistite é uma inflamação na bexiga. Saiba como prevenir novos episódios

5 mar 2023 - 10h00
Compartilhar
Exibir comentários

A cistite é um dos males mais comuns nos consultórios de ginecologia e obstetrícia. "Mais de 30% das mulheres terão ao menos um episódio da doença ao longo da vida - e até 20% dessas pacientes terão cistite recorrente", pontua o médico ginecologista, Dr. Emerson De Oliveira. 

Cistite: saiba como evitar episódios recorrentes -
Cistite: saiba como evitar episódios recorrentes -
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

Em geral, a inflamação na bexiga é causada pela bactéria Escherichia coli, presente no intestino e importante para a digestão. No trato urinário, porém, essa bactéria pode infectar a uretra (uretrite), a bexiga (cistite) ou os rins (pielonefrite). Mas outros microorganismos também podem provocar cistite. 

A uretra mais curta e mais próxima ao ânus das mulheres é uma das razões que leva a doença a se manifestar mais corriqueiramente entre elas. Nos homens, depois dos 50 anos, o crescimento da próstata provoca retenção de urina na bexiga e pode causar cistite.

Sintomas da cistite

Segundo o Ministério da Saúde, pacientes com cistite irão apresentar:

  • Necessidade urgente de urinar com frequência;
  • Quantidade pequena de urina eliminada em cada micção;
  • Ardor ao urinar;
  • Dores na bexiga, nas costas e no baixo ventre;
  • Febre;
  • Sangue na urina nos casos mais graves.

Tratamento

O tratamento das cistites infecciosas requer o uso de antibióticos ou quimioterápicos. O profissional da saúde deve escolher o medicamento de acordo com o tipo de bactéria encontrada no exame laboratorial de urina. 

Especialmente nas mulheres, o retorno das cistites pode ser frequente e mais grave, mas, se o tratamento for seguido à risca, a probabilidade de cura é grande. Por isso, é preciso tomar os medicamentos respeitando o tempo recomendado pelo médico mesmo que os sintomas tenham desaparecido com as primeiras doses.

Como prevenir uma cistite

"Ações simples, como beber bastante água, urinar com frequência e estar atenta à higiene pessoal são formas de se prevenir contra a cistite", afirma o Dr. Emerson. No geral, o Ministério da Saúde recomenda:

  • Beber muita água, pois líquido ajuda a expelir as bactérias da bexiga;
  • Urinar com frequência, já que segurar a urina na bexiga por longos períodos é uma contraindicação importante. Além disso, urinar depois das relações sexuais favorece a eliminação das bactérias que se encontram no trato urinário;
  • Redobrar os cuidados com a higiene pessoal. Mantenha limpas as regiões da vagina e do ânus e, depois de evacuar, passe o papel higiênico de frente para trás. Sempre que possível, lave-se com água e sabão;
  • Evitar roupas íntimas muito justas ou que retenham calor e umidade, porque facilitam a proliferação das bactérias;
  • Suspender o consumo de fumo, álcool, temperos fortes e cafeína, pois essas substâncias irritam o trato urinário;
  • Trocar os absorventes higiênicos com frequência para evitar a proliferação de bactérias.
Saúde em Dia
Compartilhar
Publicidade
Publicidade