0

Café e pressão arterial

10 dez 2018
07h11
  • separator
  • comentários

A ciência sugere que os efeitos fisiológicos do café podem se estender além de uma pequena dose de alerta. Pesquisas indicam que pode aumentar a pressão arterial por um curto período após o consumo. Uma revisão de 34 estudos mostrou que 200 a 300 mg de cafeína do café - aproximadamente a quantidade que você consumiria em 1,5 a 2 xícaras - resultou em um aumento médio de 8 mmHg e 6 mmHg na pressão arterial sistólica e diastólica, respectivamente. Este efeito foi observado por até três horas após o consumo, e os resultados foram semelhantes em pessoas com pressão arterial normal no início do estudo e aquelas com pressão arterial elevada pré-existente.

Curiosamente, o consumo regular de café não está associado ao mesmo impacto na pressão arterial - o que pode ser devido à tolerância à cafeína que se desenvolve quando você bebe habitualmente. Embora a pesquisa de longo prazo seja limitada, alguns dados indicam que o consumo freqüente de café não está associado ao aumento da pressão arterial ou ao risco de doenças cardíacas. Na verdade, o café contém antioxidantes que podem promover a saúde do coração. O seu consumo moderado em uma base regular é improvável que agrave os resultados de saúde em pessoas com pressão alta. Manter uma dieta balanceada e estilo de vida saudável provavelmente terá mais impacto sobre a pressão arterial do que o consumo de café.

Referência

Chrysant, S. G. The impact of coffee consumption on blood pressure, cardiovascular disease and diabetes mellitus, Expert Review of Cardiovascular Therapy, v.15, n.3, 2017.

Poole, R. ET al. Coffee consumption and health: umbrella review of meta-analyses of multiple health outcomes, BMJ.  2017 Nov 22;359:j5024. 

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade