1 evento ao vivo

Sexo 24h antes da partida pode melhorar desempenho em campo

Segundo especialistas entrevistados pelo Terra, se a relação não envolver bebidas alcoólicas, festas e acontecer um dia antes da partida, faz com que o jogador entre em campo mais descansado e menos estressado

3 jul 2014
10h22
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
O craque brasileiro Neymar Jr. enfrenta o colombiano James Rodriguez na sexta-feira (4) em Fortaleza
O craque brasileiro Neymar Jr. enfrenta o colombiano James Rodriguez na sexta-feira (4) em Fortaleza
Foto: Getty Images

Antes de uma grande partida de futebol, os jogadores recebem uma série de restrições, desde a participação em festas, ingestão de bebidas alcoólicas, gasto extremo de energia fora dos treinos e até de fazer sexo. É certo que a maioria das proibições pode prejudicar o desempenho dos atletas, porém, ter relaçõs sexuais no dia anterior ao jogo pode ajudar, segundo o ortopedista especializado em medicina do esporte, Daniel Ramallo. “O jogador consegue chegar no dia da partida mais tranquilo, relaxado e com nível de estresse mais baixo. Ajuda o atleta a descansar melhor no dia anterior à partida”, disse ele.

Camisa do Brasil era branca até 1950; veja nas 20 Copas
Saiba como o homem e a mulher de cada signo assistem aos jogos do Brasil

Uma pesquisa feita pelo site Quartz reforça a opinião do especialista: todas as seleções que proibiram que seus atletas fizessem sexo durante a Copa do Mundo foram eliminadas. Das equipes ainda participantes do campeonato mundial, ainda segundo o estudo, os jogadores alemães e holandeses têm as atividades sexuais completamente liberadas; os brasileiros, belgas, franceses e costa-riquenhos podem fazer sexo com algumas restrições; e não se sabe sobre as regras da Argentina e Colômbia.

De acordo com Ramallo, praticar sexo um dia antes da partida pode ajudar o jogador a atingir o estágio R.E.M. do sono – em que acontece os sonhos e é possível descansar de fato. A ansiedade e o estresse prejudicam a qualidade do sono. “Além disso, muito estresse atrapalha o desempenho em campo, a precisão dos toques fica prejudicada e até mesmo o condicionamento”, disse ele. O especialista afirmou, porém, que níveis de estresse muito baixos não são bons em uma partida: “não pode ficar totalmente relaxado, precisa de capacidade de reação e movimentação, é preciso um equilíbrio”, acrescentou.

A relação sexual acompanhada de festa, perda da noite de sono e ingestão de bebidas alcoólicas “sem dúvida interfere negativamente na qualidade física dos atletas. Sintomas de desidratação como cefaleia e náuseas podem prejudicar a performance”, alertou o ortopedista e traumatologista especialista em esportes do Hospital Nossa Senhora das Graças, Christiano Saliba Uliana. Na opinião dele, em uma relação sexual fora do contexto citado, os jogadores ainda deveriam respeitar um intervalo de 24 horas entre o sexo e a partida.

“O relaxamento logo após a relação sexual – devido hormônios liberados – pode diminuir a agressividade e competitividade, o que não é interessante durante o esporte”, alertou o médico do esporte da Clínica Livon, Gustavo Bornholdt. “A melhor maneira de conduzir o assunto seria atingir o equilíbrio entre o relaxamento proporcionado pelo sexo, que pode ser conseguido 36 a 48 horas antes dos jogos, com um período de concentração e resguarda física nas 24 horas prévias ao evento”, disse o especialista em esporte Christiano Saliba Uliana.

Esforço físico
O gasto calórico não deveria ser uma preocupação dos treinadores, já que perto do aquecimento, é insignificante. “Não é de se espantar que ele pouco influencie no condicionamento físico”, afirmou Ramallo. Para Bornholdt, trata-se mais de uma questão cultural a proibição do sexo antes dos jogos para evitar a fadiga do jogador, pois o desgaste físico de uma relação regular é baixo.

Concentração
Às vésperas do jogo ocorre o isolamento de todo o elenco do time em um ambiente fechado a visitas, passeios e distrações, definiu Uliana. Do ponto de vista psicológico, segundo o especialista, é importante que o grupo esteja junto, faça as refeições e conviva. O tempo vai depender da equipe técnica, mas, “em geral, os jogadores se concentram de um a dois dias antes da partida”.

Os objetivos são reforçar as estruturas dos laços e vínculos de amizade entre os jogadores, trocar informações e evitar distrações; para os técnicos, é corrigir os erros nas jogadas e observar o time em tempo integral; e para a equipe médica, é a possibilidade de um planejamento de desempenho mais completo e garantia do tempo de repouso necessário antes do jogo, detalhou Bornholdt. “Na concentração, dificilmente os jogadores farão algo mais intenso do que jogar videogames”, acrescentou.

Kama Sutra: posições intensas e prazerosas Kama Sutra: posições intensas e prazerosas

Veja também:

Veja os números dos principais nomes do Flamengo na campanha do octa!
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade