PUBLICIDADE

10 hábitos que ajudam a melhorar a saúde do fígado

Confira atitudes que auxiliam a proteger esse órgão fundamental para o funcionamento do corpo

23 ago 2023 - 16h00
(atualizado às 16h30)
Compartilhar
Exibir comentários
Por meio de um estilo de vida saudável, é possível manter a saúde do fígado em bom estado
Por meio de um estilo de vida saudável, é possível manter a saúde do fígado em bom estado
Foto: freshcare | Shutterstock / Portal EdiCase

Crucial para o funcionamento saudável do corpo, o fígado desempenha papéis vitais na digestão, desintoxicação, no metabolismo e armazenamento de nutrientes. Manter bons hábitos de saúde, nessa perspectiva, é essencial para evitar danos ao fígado, como inflamação, esteatose (acúmulo de gordura) e até cirrose. Esses problemas podem comprometer as funções hepáticas, afetar a digestão de nutrientes, causar desequilíbrios hormonais e prejudicar a eliminação de toxinas.

"Hoje em dia, é muito comum as pessoas não praticarem hábitos saudáveis de vida, o que pode prejudicar o funcionamento do fígado, abrindo espaço para doenças hepáticas. Dentre esses hábitos, o mais comum é a má alimentação, principal fator de destruição das células hepáticas", explica o nutrólogo Sandro Ferraz, pós-graduado em Nutrologia e medicina do esporte e especializado em emagrecimento e longevidade.

MC Marcinho depende de coração artificial. Como funciona? MC Marcinho depende de coração artificial. Como funciona?

A seguir, confira alguns hábitos que ajudam a melhorar a saúde do fígado!

1. Tenha uma alimentação balanceada

Uma dieta equilibrada rica em frutas, vegetais e grãos integrais fornece fibras, vitaminas e antioxidantes que auxiliam o fígado em suas funções de desintoxicação. Evitar alimentos processados e gorduras saturadas ajuda a reduzir a carga de trabalho do fígado, prevenindo o acúmulo de gordura e inflamação.

2. Invista na hidratação

A água é essencial para todas as funções do corpo, incluindo as do fígado. Ela ajuda a eliminar toxinas, mantendo as células hepáticas saudáveis e eficientes em suas atividades metabólicas. "A falta de água pode trazer diversos malefícios que impactam diretamente nossa rotina, como a piora da memória e do raciocínio", afirma Matheus Motta, nutricionista e responsável pelo VigilantesdoPeso no Brasil.

3. Controle o peso

Manter um peso saudável é crucial para prevenir a esteatose hepática não alcoólica, um distúrbio caracterizado pelo acúmulo de gordura excessiva pelo fígado. Esse excesso aumenta a resistência à insulina, o que pode levar a problemas hepáticos.

4. Limite o uso do álcool

O fígado é responsável por metabolizar o álcool, e o consumo excessivo pode sobrecarregá-lo. "O álcool é uma substância tóxica para o organismo humano e pode provocar doenças mentais, cânceres, problemas hepáticos como a cirrose, alterações cardiovasculares, com risco de infarto e acidente vascular cerebral, e a diminuição de imunidade", explica a médica nutróloga Dra. Marcella Garcez.

Praticar atividades físicas regularmente oferece diversos benefícios à saúde
Praticar atividades físicas regularmente oferece diversos benefícios à saúde
Foto: Prostock-studio | ShutterStock / Portal EdiCase

5. Pratique exercícios físicos

O exercício regular melhora a circulação sanguínea, auxilia na eliminação de gordura corporal e ajuda a controlar o açúcar no sangue. Isso reduz o risco de acúmulo de gordura no fígado e outras complicações metabólicas.

6. Evite a automedicação

Evitar a automedicação é fundamental para proteger a saúde do fígado, pois muitos medicamentos podem causar danos hepáticos não detectados. Por isso, é importante consultar um médico antes de tomar qualquer medicação para evitar sobrecarga no fígado.

7. Consuma alimentos antioxidantes

Alimentos ricos em antioxidantes, como frutas vermelhas, vegetais de folhas verdes e chás, ajudam a combater o estresse oxidativo e a proteger as células hepáticas contra danos causados por radicais livres. "Todos os alimentos, em seu estado natural, contêm substâncias antioxidantes, principalmente as plantas", comenta Melissa Setubal, coach em Saúde Integrativa pelo Institute for Integrative Nutrition (Instituto de Nutrição Integrativa), de Nova Iorque.

8. Limite gorduras saturadas e trans da dieta

As gorduras saturadas e trans podem contribuir para a inflamação e o acúmulo de gordura no fígado. Optar por gorduras saudáveis, como as encontradas em peixes, abacate e azeite de oliva, ajuda a proteger o fígado.

9. Faça o controle de diabetes

O diabetes mal controlado pode danificar os vasos sanguíneos do fígado, levando a complicações hepáticas. Manter os níveis de açúcar no sangue dentro dos limites recomendados, nesse sentido, é fundamental. "A condição, quando não controlada, pode trazer consequências negativas para visão, rins, coração, nervos e membros inferiores, além de provocar desidratação, dificuldade de cicatrização e complicações respiratórias", explica a nutróloga Dra. Marcella Garcez.

10. Mantenha a vacinação em dia

Manter as vacinas atualizadas é crucial para a saúde do fígado, especialmente contra hepatites A e B, infecções virais que podem causar danos graves. As vacinas previnem a transmissão e o desenvolvimento dessas doenças que afetam o órgão.

"Por meio de um estilo de vida saudável, boa alimentação, prática de atividades físicas e evitando o consumo excessivo de álcool e substâncias tóxicas, podemos preservar a saúde e a funcionalidade desse órgão tão importante", finaliza a Dra. Letícia Lucas, especialista em Nutrição.

Portal EdiCase
Compartilhar
Publicidade
Publicidade