0

Pets

Cães treinados ajudam pessoas com necessidades especiais

Divulgação
20 dez 2016
12h11
atualizado às 12h14
  • separator
  • 0
  • comentários

A relação entre seres humanos e cães vem de muitos e muitos anos. Mas o significado da expressão de que esses animais são o "melhor amigo do homem" ganha um novo valor quando esses companheiros de quatro patas passam a auxiliar pessoas com necessidades especiais em suas tarefas do dia a dia.

As famílias das três pessoas que receberam os cães
As famílias das três pessoas que receberam os cães
Foto: Divulgação

Na última semana, duas crianças com autismo e uma cadeirante receberam novos membros de quatro patas em suas casas: Pandeiro, Manjericão e Feijão. Foram quase dois anos de treinamento para que esses cães pudessem auxiliá-las. Os animais foram treinados por quase dois anos pela Associação Bocalán Brasil, com apoio da marca de rações Eukanuba.

Maria Clara, de 6 anos, foi diagnosticada com Transtorno Global de Desenvolvimento (TGD) aos três anos de idade e agora, com a chegada do Pandeiro, um Labrador Retriever, poderá passear tranquila pelas ruas com seus pais. O mesmo acontecerá com Victor, também de 6 anos, também diagnosticado como uma criança com Transtorno do Espectro Autista (TEA), que terá a companhia de Manjericão, um Golden Retriever.

Família de Maria Clara recebe Pandeiro, um Labrador Retriever
Família de Maria Clara recebe Pandeiro, um Labrador Retriever
Foto: Divulgação
Victor ao lado de Manjericão
Victor ao lado de Manjericão
Foto: Divulgação

Suelen, de 33 anos, foi diagnosticada com Distrofia Muscular Facio-Escápulo-Umeral aos 12 anos de idade. Caracterizada por uma fraqueza muscular progressiva, a FSHD limita atividades básicas do dia a dia como abrir gavetas ou pegar uma chave caída no chão, mas isso não será mais obstáculo para Suelen que agora tem Feijão, um Labrador Retriever, pronto para ajudá-la no que for preciso.

Suelen recebe Feijão, um Labrador Retriever
Suelen recebe Feijão, um Labrador Retriever
Foto: Divulgação

Todo o processo de treinamento até a entrega dos cães às famílias é longo. A Bocalán conta com a parceria de um dos canis mais sérios do País para doação dos filhotes. Durante um ano eles ficam nas casas de famílias voluntárias que são responsáveis pela etapa de socialização até voltarem para a organização e receber o treinamento básico de adestramento. Treinar um cão de assistência é um trabalho personalizado que só pode ser feito por profissionais qualificados que seguem rígidos padrões internacionais.

Saiba mais sobre os cães de assistência

O objetivo do treinamento com os cães é prestar ajuda técnica para seus usuários, aumentar a independência e autonomia pessoal, melhorando sua qualidade de vida. Entretanto, o trabalho de um cão de assistência é muito mais amplo que as ações específicas para as quais é treinado, convertendo-se em um companheiro incondicional, catalizador social e um forte antidepressivo. São cinco tipos:

Cães de Serviço – Destinados a pessoas em cadeiras de rodas e ou aparelhos ortopédicos.

Cães de Serviço para Crianças com Autismo – Cães adestrados para conviver com crianças afetadas pelo Transtorno do Espectro Autista (TEA) tornando-se facilitadores da criança com o entorno melhorando sua qualidade de vida e a das famílias.

Cães Ouvintes – Destinados a pessoas com deficiência auditiva. Quando o cão ouve certos sons avisa o usuário com um gesto aprendido. Quando consegue sua atenção, o conduz à fonte do som.

Cão de Alerta Médico – Cão especificamente treinado para a detecção de mudanças nos níveis de açúcar no sangue daquelas pessoas que sofrem de diabetes tipo 1. Estes cães convivem com o usuário e através do olfato podem detectar, até vinte minutos antes, as hipoglicemias, sendo especialmente úteis durante a noite.

Cão Guia – Destinados a auxiliar deficientes visuais – os mais comuns no Brasil com autorização para circular em locais como transporte público e restaurantes.

Parceria

A Bocalán nasceu na Espanha há 25 anos e está presente em dez países, tendo treinado mais de 300 cães de assistência com o apoio de cerca de 60 treinadores espalhados pelo mundo. A organização tem como objetivo promover o estudo do comportamento humano e animal, realizando atividades com cães especificamente treinados por profissionais qualificados para prestar apoio a pessoas com diferentes deficiências. Para saber mais sobre a instituição, basta acessar o site http://www.bocalanbrasil.com.

A Eukanuba da Mars é a responsável por alimentar os cães da Associação Bocalán Brasil.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade